Definido o cliente de lançamento do novo avião Ilyushin IL-114-300

Ilyushin Il-114-300 – Imagem: Ilyushin

Durante o MAKS 2021 Airshow and Space, que ocorre nesta semana em Moscou, na Rússia, a companhia aérea russa Aurora assinou um acordo com a United Aircraft Corporation (UAC) para um pedido de dezenove Ilyushin Il-114-300. Isso a tornará o cliente de lançamento do modelo.

O acordo foi firmado por meio de leasing pela locadora estadual GLTK, e as entregas começarão em 2023. A encomenda faz parte de um “programa de melhoria da acessibilidade ao tráfego no Extremo Oriente” da Rússia, em que a Aurora é a principal companhia aérea da região.

Conforme relatado por nosso parceiro Aviacionline, este é o quarto contrato feito pela companhia aérea. No primeiro dia do MAKS, ela assinou um acordo preliminar para adquirir oito jatos Sukhoi Superjet 100 por meio da GTLK, com entregas entre 2022 e 2024. Depois, fez um pedido de oito turboélices LET-410NGs e 10 LMS-901s para serem entregues entre 2023 e 2025.

“O aparecimento na Rússia de uma aeronave como o Il-114-300 é extremamente importante. É uma aeronave turboélice de passageiros totalmente nacional que poderá proporcionar mobilidade aérea à população em regiões de difícil acesso do Norte, Extremo Oriente e Sibéria. Portanto, este programa é uma prioridade para nós”, disse Sergei Yarkovoy, primeiro vice-gerente geral da PJSC UAC e gerente geral da PJSC Il.

“As entregas de novas aeronaves Il-114-300 de fabricação nacional permitirão o início de um programa de renovação de frota nas rotas regionais da macrorregião. Aeronaves deste tipo serão operadas por uma única companhia aérea do Extremo Oriente para realizar transporte socialmente significativo no interesse da população do Extremo Oriente”, disse Konstantin Sukhorebrik, CEO da Aurora Airline JSC.

Aurora tem uma frota totalmente ocidental, com nove Airbus A319, seis DHC 8-400, três DHC 8-300, dois DHC 8-200 e três DHC-6-400. Com o Il-114 encomendado no MAKS, ela substituirá os dez Bombardier / De Havilland DHC 8.

A companhia aérea está focada na incorporação de 45 aeronaves de fabricação russa, incluindo, além do Superjet 100, Il-114-300, L-410NG e LMS-901, também o MC 21-300.

Il 114-300: O promissor turboélice russo

O IL-114-300 foi apresentado pela primeira vez em evento público neste Salão Internacional de Aviação e Espaço MAKS 2021. Embora o protótipo mostrado no MAKS não seja nada novo, pois foi construído na década de 1990, ele foi posteriormente atualizado com os componentes atuais. O segundo protótipo é construído com peças totalmente novas.

Esta é uma aeronave turboélice regional de passageiros projetada para companhias aéreas locais e pode ser operada em regiões com infraestrutura precária e condições climáticas adversas. Tem capacidade para 68 passageiros, autonomia de 2.000 quilômetros e motor TV7-117ST-01, construído pela Klimov, com empuxo de decolagem de 3.100 cavalos.

Ilyushin Il-114-300 – Imagem: Ilyushin

O modelo substituirá as aeronaves desativadas das famílias An-24 e An-26 das companhias aéreas russas e se tornará uma alternativa às aeronaves importadas de classe semelhante. Este novo modelo da Ilyushin é especialmente projetado para operação autônoma nas condições dos aeroportos russos, levando em consideração as zonas climáticas.

A primeira geração do Il-114-300 da década de 1990 foi um fracasso retumbante, onde apenas 20 aeronaves foram construídas. A única operadora foi a Uzbekistan Airways, que o retirou em 2018.

Os principais problemas foram a falta de financiamento, uma vez que após um acidente fatal ocorrido durante voos de teste o governo russo retirou qualquer auxílio. A Ilyushin foi deixada sozinha no meio da desintegração da União Soviética, reduzindo significativamente o suporte ao modelo que foi fabricado na Associação de Produção de Aviação de Tashkent, no Uzbequistão.

Renovação

Agora, com maior apoio do governo russo, eles buscam reativar o orgulho pelas aeronaves de fabricação russa para as companhias aéreas que operaram historicamente modelos Tupolev, Antonov, Yakovlev e Ilyushin.

Na verdade, o locador estatal GTLK está negociando 50 IL-114-300, com três deles indo para a Vologda Air Enterprice, que tem frota somente de aviões Yakovlev desde 1913.

O plano do fabricante para doze aeronaves por ano colocaria a fábrica RSK MiG em Luchowizy em operação. A Ilyushin espera produzir 12 aeronaves por ano para uma demanda estimada de 150 aeronaves, de acordo com Yarkovoy.

Leia mais:

Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias

Embraer apresenta novo turboélice nos EUA, mas com menos assentos

0
O novo turboélice da Embraer foi apresentado hoje para empresas aéreas americanas, mas com menos assentos que o anunciado ao público.