Delta suspende rota de Atlanta para o Rio e aumenta voos para São Paulo

A Delta Air Lines tem realizado alterações frequentes em sua malha aérea nos últimos tempos para ajustar à curva esperada da demanda por passagens aéreas. Menos de uma semana após retomar os voos para São Paulo, a companhia aérea apresenta novos ajustes nos serviços para o Brasil.

Segundo as informações do Routes Online, a rota entre o principal hub da empresa em Atlanta e o Rio de Janeiro está cancelada até, pelo menos, março de 2021. Enquanto isso, os voos para São Paulo aumentam de quatro para cinco semanais até 28 de novembro (mais para frente deve sair uma atualização de como ficarão os voos para dezembro em diante).

Ainda não há previsão de retomada de outras rotas, como voo de Nova Iorque para São Paulo, por exemplo.

Nota da Delta

Mais tarde na segunda-feira (10), recebemos uma nota da Delta Air Lines, informando que a rota está suspensa até dezembro e não até março como citado pelo Routes Online. Segue a nota da empresa:

Os voos da Delta para o Rio de Janeiro (GIG) estão programados para retomar em dezembro. Os serviços para São Paulo estão em operação atualmente e podem variar em frequência de acordo com a demanda. A companhia continua ajustando sua programação conforme necessário com base na necessidade dos clientes, regulamentações de viagens dos governos e diretrizes do Centro de Prevenção e Controle de Doenças (CDC, na sigla em inglês)”.

Novas medidas a bordo

Desde o fornecimento de mais espaço até o extenso processo de limpeza, a Delta implementou várias iniciativas para proporcionar uma experiência de viagem confiável para nossos clientes e colaboradores. Algumas dessas medidas incluem:

  • Instalação de protetores de plexiglass em todos os balcões de check-in da Delta;
  • Redução do número de pessoas a bordo, bloqueio de determinados assentos do meio e, agora, cancelamento automático de poltronas adjacentes quando as reservas são concluídas;
  • Exigência do uso de máscaras em todos os pontos de contato da Delta nos aeroportos e a bordo das aeronaves;
  • Ajuste do processo de embarque para estimular a criação de mais espaço para viagens mais seguras, com o embarque ocorrendo, em todos os voos, do fundo para a frente da aeronave, reduzindo as instâncias em que os clientes precisam passar uns pelos outros;
  • Fornecimento de suprimentos diretamente aos clientes, quando disponíveis, incluindo desinfetante para as mãos nos kits de cuidados pessoais;

A exemplo de outras empresas, o ar da aeronave é recirculado em intervalos entre três e cinco minutos usando sistemas de circulação de ponta equipados com filtros HEPA, que extraem mais de 99,99% de micropartículas do ar, incluindo vírus e bactérias, na maioria dos voos (incluindo todos as frequências do Brasil).

Uma vez a bordo, os clientes continuarão a desfrutar de jantar, café da manhã, lanches e bebidas premium, além de todas as opções de entretenimento do Delta Studio disponível para visualização. Os passageiros da Delta One contam ainda com uma seleção de refeições regionais com curadoria de chefs, que podem ser pré-selecionadas sete dias antes do embarque.

A programação de voos permanece sujeita a alterações devido à natureza evolutiva da COVID-19, demanda de clientes, regulamentos de viagens governamentais e diretrizes federais de saúde.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Esse foi o Boeing 767-300 mais pesado a pousar no Aeroporto...

0
No dia de ontem, o Aeroporto Internacional de Cabo Frio celebrou mais uma marca representativa, com a chegada do Boeing 767-300ER