Depois do Airbus A321 P2F, voa pela primeira vez o A321 PCF

Foto – 321 Precision Conversions Divulgação

A 321 Precision Conversions, uma joint-venture criada pelo Aircraft Transport Services Group (ATSG) e a Precision Aircraft Solutions (PAS), anunciou no domingo (11) a conclusão do primeiro voo pós-conversão do cargueiro A321-200 PCF da empresa. A aeronave de passageiros A321 foi convertida no Avocet MRO Services, em Sanford, Flórida.

Esse é o segundo projeto de Airbus A321F a voar. O primeiro pertence à empresa alemã Elbe Flugzeugwerke (EFW), uma joint-venture entre a Airbus e a ST Aerospace, que decolou pela primeira vez em janeiro sob a designação A321P2F (Passenger-to-Freight).

Na prática, P2F e PCF são dois projetos muito similares, que transformam o maior avião narrow body da família A320 da Airbus em cargueiro.

“Com base nos resultados deste voo de teste – um pré-requisito antes de entrar no teste de voo de certificação – esperamos uma progressão rápida para a certificação completa”, disse o presidente da 321 Precision Conversions, Gary Warner.

As empresas responsáveis pela conversão dos jatos apostam nele para o e-commerce.

Além de oferecer uma capacidade volumétrica alta, o porão do A321F permite o transporte de dez contêineres, além das quatorze posições de carga disponíveis no deck de carga superior; essa capacidade de oferecer carga em contêineres aumenta a eficiência reduzindo os tempos de rotação (capacidade da aeronave permanecer operando, com menor tempo de solo), ou seja, ideal para o crescente comércio eletrônico, segundo elas.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias