Destinos para onde você pode voar se já tiver sido vacinado

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Com a vacinação avançando pelo mundo, ainda que devagar, alguns países já estão mudando as regras e se abrindo para as pessoas vacinadas contra o coronavírus.

Divulgação – Air Seychelles

A lista foi elaborada pelo site britânico ThePointsGuy e compreende destinos distintos, para diversos gostos, porém todos estão a, ao menos, 16 horas de distância, considerando-se a disponibilidade de voos atuais.

Vale lembrar que muitos destes locais podem ter restrições específicas para brasileiros ou também podem ter uma lista de vacinas aceita, então vale sempre conferir com a embaixada do local de destino ou em sites como o Timatic, da IATA, antes de comprar a passagem.

Lembrando que a companhia aérea não é responsável por assegurar que o passageiro está apto a ingressar no país, essa é uma responsabilidade única do viajante.

Outro ponto importante é que, para visitar esses lugares, é necessário ter tomado a vacina (incluindo a sua segunda dose) ao menos 10 dias antes da viagem, para o imunizante ter o efeito completo. Essa é a lista de destinos:

Chipre

Localizado na parte oeste do Mediterrâneo, próximo da Turquia e do Líbano, é uma ótima opção para quem gosta de praias. A partir de março, quem apresentar o comprovante de vacina pode entrar sem restrições, alguns países estão excluídos da lista, mas o Brasil estava permitido quando essa matéria foi escrita.

Islândia

© Moyan Brenn

Conhecer as luzes do norte (aurora) e experimentar a neve é um sonho para muitos, e a Islândia está pronta para receber os vacinados que querem conhecer o país. Mas a limitação está para quem tomou vacina num dos países do Espaço Econômico Europeu ou da Suíça, fora disso não pode entrar.

Líbano

Um dos países mais ricos em cultura do mundo árabe e com forte conexão com o Brasil, o Líbano é uma opção para os vacinados. A única restrição é apresentar, além do comprovante da vacina, um resultado negativo de um teste PCR feito até 96 horas antes do embarque.

Polônia

Terra do Papa João Paulo II, é um país do leste europeu que faz parte da União Europeia, rico em história e com muitos museus. É uma opção para quem quer uma viagem mais intelectual. Não existem restrições de entrada para vacinados e quem não tomou pode entrar também, desde que tenha um teste PCR negativo feito até 48 horas antes do embarque.

Romênia

Castelo do Drácula

O país mais ao leste que também fala uma língua romântica e de certa forma similar ao português em sua essência. Localizada nos Balcãs, é a terra do Drácula. Também não tem restrições para quem tomou a vacina.

Ilhas Seychelles

No Oceano Índico, mas ainda fazendo parte do continente africano, é um destino paradisíaco formado por pequenas ilhas, sendo a mais famosa Mahé, onde também está o principal Aeroporto Internacional do país. Para lá, além da vacina, é necessário ter um teste PCR negativo feito até 72 horas antes do embarque.

Um fato interessante é que se você não tiver tomado vacina, mas chegar num jatinho privado, a entrada pode ser considerada pelo país, um verdadeiro benefício para os ricaços.

Tailândia

Um dos hot-spots de brasileiros no sudeste asiático, principalmente os mochileiros, já estará de portas abertas para os vacinados em breve, conforme anunciou o governo local. As medidas em detalhes ainda não são conhecidas, e nem se terá alguma lista de exceções, mas é um destino a se planejar para viajar nas próximas férias.

View through the mangroves
Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias