Dois aviões colidiram em Amsterdam nesta terça, causando estrago e atrasos




Dois aviões, um com turistas britânicos retornando a Londres, e outro em procedimento de pushback, colidiram na pista do Aeroporto de Schiphol de Amsterdã na manhã de terça-feira (9), causando horas de atraso para centenas de passageiros.

Um Airbus A320 da easyJet taxiava, enquanto um Boeing 737-800 da KLM se afastava de seus portões quando se chocavam. Fotografias tiradas por viajantes em ambos os aviões mostraram que a asa da aeronave da easyJet parecia estar alojada nos estabilizadores no final da cauda do outro avião.




Um passageiro a bordo do voo da easyJet disse à imprensa que ele sentiu “uma sacudida”, mas acrescentou que “achava que não era nada incomum”. Viajantes em seu avião tiveram que esperar por mais de uma hora dentro do avião, enquanto o pessoal de terra trabalhava no incidente, e mais quatro horas para conseguir um novo voo.

Passageiros da KLM para Madri embarcaram mais rapidamente em um avião de substituição. Ambas as aeronaves foram retiradas de serviço para inspeção.

Em um comunicado, a easyJet disse: “A EasyJet pode confirmar que duas aeronaves entraram em contato durante o pushback, uma das quais foi o voo easyJet EJU8868 de Amsterdã para Londres Gatwick. Os passageiros já desembarcaram no terminal onde receberam atualizações e vouchers. O voo agora deve ser operado por uma aeronave de substituição. A segurança de seus passageiros e tripulantes é a maior prioridade da easyJet e uma investigação foi lançada de acordo com o procedimento para entender o que aconteceu.”

A holandesa KLM twittou: “Nesta manhã, um Boeing 737-800 da KLM bateu em outra aeronave durante o pushback no portão de embarque. Os passageiros não sofreram riscos saíram em outra aeronave após um atraso de 2,5 horas. Está sendo investigado como a situação pode ter surgido. ”

Homem força cockpit dizendo ser Deus: “Vou acabar com o terrorismo”

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.