Dois evacuados de Wuhan são confirmados com coronavírus na Alemanha

Dois evacuados alemães de Wuhan estavam infectados com o coronavírus e atualmente estão sendo tratados no Hospital Universitário de Frankfurt, informou a Cruz Vermelha Alemã em comunicado à imprensa neste domingo (02).

Avião Airbus A310 Luftwaffe Evacuação Alemães Wuhan
O A310 alemão que chegou de Wuhan em Frankfurt

Um voo da Força Aérea Alemã efetuado no sábado, 1º de fevereiro, transportou 124 pessoas de Wuhan para Frankfurt, sendo 102 cidadãos alemães.

As duas infecções foram determinadas durante testes no quartel militar de Germersheim, onde 115 dos evacuados foram levados para quarentena.

Os dois novos casos elevam o total alemão a pelo menos 10. 

O ministro da Saúde da Alemanha, Jens Spahn, disse que havia falado por telefone com sua contraparte dos EUA e que eles concordaram que os ministros da saúde dos países do G7 deveriam discutir uma abordagem unificada para o coronavírus.

“Não faz sentido que um país tome medidas sozinho, principalmente na Europa”, disse Spahn.

O voo de sábado

O avião militar da Luftwaffe transportando os evacuados de Wuhan pousou no aeroporto de Frankfurt na tarde de sábado, segundo informações do alemão DW.

O voo sofreu atrasos no início do dia após ter sido impedido de parar na Rússia para troca de tripulação e reabastecimento.

Moscou se recusou a permitir que o avião aterrissasse devido à “falta de capacidade” no aeroporto, e o Airbus A310 teve que ser desviado para Helsinque, na Finlândia.

Médicos estavam a bordo para monitorar os passageiros, e os repatriados devem ficar em quarentena por duas semanas no quartel do exército perto do aeroporto de Frankfurt.

A princípio, o Ministério das Relações Exteriores da Alemanha havia declarado que nenhum dos cidadãos alemães que seriam repatriados tinham suspeita de ter contraído o vírus.

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.