Doze pessoas sobrevivem após avião comercial ficar destruído em acidente

No final da tarde do domingo, 12 de setembro, às 18h15 do horário de Moscou (12h15 de Brasília), a Diretoria Principal do Ministério de Situações de Emergência da Rússia na região de Irkutsk recebeu uma mensagem sobre um acidente de uma aeronave comercial bimotora Let L-410 no distrito de Kazachinsko-Lensky.

Avião Let 410 semelhante ao envolvido – Imagem ilustrativa: aeroprints.com / CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

De acordo com as informações do Ministério, doze pessoas ficaram feridas e, infelizmente, quatro pessoas morreram. Todas as vítimas do acidente foram transferidas para o pessoal médico de emergência, conforme foi concluído ao longo da noite o trabalho para libertar as pessoas presas nos destroços da aeronave.

Mais de 70 pessoas e 20 equipamentos estiveram envolvidos no atendimento ao local do acidente.

Segundo dados do The Aviation Herald, o L-410 envolvido é o registrado sob a matrícula RA-67042, operado pela companhia russa Sila Avia, quando realizando um voo de Irkutsk para Kazachinsk.

O bimotor estava se aproximando de Kazachinsk quando impactou árvores no penhasco de uma ilha no meio do rio Kirenga, cerca de 4 quilômetros antes da pista. Os mortos são o primeiro-oficial (co-piloto) e três passageiros.

A Sila Avia relatou que a aeronave estava em sua segunda aproximação sob forte neblina quando desapareceu do radar. Já se sabe que uma das caixas pretas foi encontrada, e que os pilotos haviam relatado problemas com seus sistemas de navegação.

Nesta segunda-feira, 13 de setembro, o Comitê de Aviação Interestadual (MAK) informou que abriu uma investigação sobre o acidente.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Boeing 737-300 ex-Transbrasil sai da pista e derrapa até parar na...

0
A aeronave, que estava realizando um voo de carga, ao pousar no aeroporto ultrapassou o limite da pista e foi parar em um gramado.