O drone elétrico VTOL que promete ser o vetor da logística chinesa daqui a 2 anos

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Imagem: Pipistrel

A SF Express, grande fornecedora de logística integrada da China, pretende expandir sua frota de rede de entrega por meio da implantação de veículos aéreos não tripulados (UAVs) de grande porte com capacidade de decolagem e pouso vertical (VTOL).

Juntamente com sua subsidiária com sede em Munique, Amazilia Aerospace, a SF Express fez parceria com a empresa aeroespacial eslovena Pipistrel para acelerar o desenvolvimento da operação comercial do UAV em grande escala.

A Amazilia Aerospace entregará um avançado sistema digital de controle de voo e gerenciamento de veículos para o inovador drone VTOL de carga projetado e fabricado pela Pipistrel.

A SF Express busca uma aeronave VTOL capaz de servir em ambientes de áreas remotas e isoladas. Assim, ela será capaz de levantar mais de 300 kg de carga em um espaço de volume de 2,3 m³ ao longo de um alcance de 500 km com altitudes de cruzeiro de até 6.000 metros (19.700 pés) e capacidade de decolagem vertical a até 2.500 metros (8.200 pés) acima do nível do mar.

A Pipistrel projetou especificamente a aeronave para atender a essas condições exigentes. Ela será equipada com 8 conjuntos de propulsão vertical, cada um consistindo de um rotor motorizado do tipo Pipistrel E-811 certificado pela EASA, com baterias altamente eficientes e redundantes que garantem uma operação segura mesmo se 2 rotores estiverem inoperantes.

O projeto da aeronave e a produção de componentes do protótipo serão realizados nas instalações da Pipistrel.

O fundador e CEO da Pipistrel, Ivo Boscarol, diz que ser escolhido por uma das maiores empresas de logística globalmente para projetar e produzir uma linha sob medida de veículos para transporte aéreo de carga é um sólido reconhecimento da capacidade da Pipistrel construída em mais de uma década de conquistas em voo elétrico.

“Esperamos nos envolver ainda mais em soluções de negócios estratégicos em escala global, onde nossos veículos mudarão a forma como a logística aérea funciona e terão impactos significativos para a sustentabilidade e qualidade de vida.”, comenta o CEO.

O cérebro que comanda esse design inovador é o Sistema de Controle Automático de Voo e Sistema de Gerenciamento de Veículos (AFCS/VMS) da Amazilia Aerospace. Este sistema versátil inclui o hardware aviônico e o software capaz de automatizar toda a missão de carga. Ele pode ser integrado às configurações do VTOL e de aeronaves convencionais e foi projetado especificamente para atender aos requisitos de operações logísticas de grande escala por empresas como a SF Express.

A Amazilia Aerospace se baseia em anos de pesquisa na Universidade Técnica de Munique (TUM), reforçada com experiência na indústria aeroespacial. A equipe desenvolverá e fornecerá um ACFS/VMS compatível com os padrões da indústria aeroespacial. Este sistema não é apenas compatível com a economia do transporte de carga aérea não tripulada, mas também escalável e versátil, que se integra bem com uma variedade de tipos e tamanhos de aeronaves.

O protótipo da aeronave está programado para passar por testes de voo com o sistema Aeroespacial Amazilia na Europa, seguido pela validação operacional na China a partir de 2022. Em 2023, a SF Express pretende implantar a frota de drones VTOL de carga em suas operações comerciais domésticas e não domésticas.

Nossos esforços para alcançar uma entrega de 36 horas em todo o país em toda a China enfrentam desafios significativos, como barreiras naturais, infraestrutura de logística subdesenvolvida e muito mais, especialmente na China rural. A SF Express pretende adotar drones VTOL de carga para solucionar esse gargalo devido à sua flexibilidade e alta velocidade, que se equipara aos helicópteros, e tem custos baixos e competitivos com a entrega de caminhões.”, diz Li Dongqi, vice-presidente da SF Express e presidente da SF UAS.

“A capacidade de alta altitude nos permite estender nossa cobertura de serviço de carga aérea civil até mesmo em áreas montanhosas de difícil acesso. Acreditamos que os drones VTOL se tornarão um veículo importante na China, e a SF Express sozinha precisará de mais de 1000 nos próximos 10 anos.”, finaliza Li.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Latam cancela pedidos de quatro Boeings 787-9 e um 777F

0
O LATAM Airlines Group firmou um acordo com a Boeing para cancelar os pedidos pendentes de quatro Boeings 787-9 e um 777-200F