E o avião ‘bandeirão’ da Azul voou vazio pro México

Como antecipamos no mês passado, com exclusividade, voou para a Cidade do México no dia 5 de outubro o Airbus A330-200 da Azul que tem a pintosa libré da bandeira do Brasil em sua fuselagem, vindo a ganhar, por conta disso, o apelido de “Bandeirão”. O jato tem a matrícula PR-AIV (msn 532).

A informação de que a aeronave voaria para o México foi passada por fontes da empresa aérea e o motivo da longa viagem é permitir que a aeronave passe por um processo de manutenção nas oficinas da Mexicana MRO, uma prática comum da Azul, que já fez o mesmo com outras aeronaves.

A captura de tele do RadarBox confirma o trajeto da aeronave até o México.

Antes de realizar esse voo e outro na região de Campinas, para testes, a aeronave ficou mais de um ano parada no pátio do hangar da Azul em Viracopos. Atualmente, uma consulta na ANAC revela que ela está com o Certificado de Aeronavegabilidade vencido e a CVA suspensa.

Após a manutenção, a aeronave poderá retornar ao Brasil, como aconteceu nas ocasiões anteriores, embora ainda não tenhamos informações sobre o futuro da aeronave.

Hoje, a Azul possui uma frota de 13 Airbus A330, sendo oito do modelo A330-200 e quatro A330-900neo (um quinto exemplar deverá ser entregue em breve).

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

George Clooney rejeitou US$35 milhões e não quis fazer um comercial...

0
O ator George Clooney disse em entrevista que recusou uma proposta para ser protagonista de um comercial de companhia aérea