Início Indústria Aeronáutica É por isso que os Embraer E2 são tão adequados ao novo...

É por isso que os Embraer E2 são tão adequados ao novo momento da aviação mundial

Embraer E195-E2 da Azul Linhas Aéreas

Com a aviação projetada para crescer significativamente na próxima década para atender à crescente demanda, apesar da pandemia em curso e da interrupção que isso causou, a indústria está constantemente buscando novas maneiras de se tornar mais sustentável.

A busca pela sustentabilidade é frequentemente uma mistura entre um grande desejo dos fabricantes de diferenciar seus produtos de seus concorrentes e um desejo genuíno de ser mais responsável com seus clientes, funcionários e meio ambiente.

A competição saudável entre os fabricantes para reduzir o carbono, eliminar o desperdício, limitar o consumo de energia e melhor administrar o uso de recursos naturais preciosos é para o benefício de todos.

Diante disso, a Embraer comenta hoje, 4 de agosto, os detalhes que tonam os jatos brasileiros E-Jets E2 tão adequados a essa nova realidade da aviação pós-crise, voltada à economia e à sustentabilidade.

Melhor eficiência de combustível por projeto

E190-E2 com a pintura de tubarão – Imagem: Embraer

Muito da conversa em torno da sustentabilidade tende, por razões óbvias, a se concentrar nas emissões e o foco, por natureza, tem sido nos motores. O Pratt & Whitney PW1000G escolhido para o Embraer E2 “Profit Hunter” (Caçador de Lucro) é um caso em questão. Um motor que afirma ser 16% mais eficiente do que motores comparáveis ​​atualmente em uso em aviões regionais e jatos narrowbody que voam no mesmo mercado.

Mas focar exclusivamente no desempenho do motor, no entanto, é apenas uma pequena parte de uma conversa de sustentabilidade muito maior, onde o design do avião desempenha um papel crítico.

O peso, por exemplo, impacta a queima de combustível; dito de outra forma, aviões mais leves queimam menos combustível. O novo controle de voo do E2 é totalmente “fly by wire” (superfícies de controle movimentadas por sinais elétricos, e não diretamente por cabos), o que é uma evolução do modelo anterior e permite a remoção de cabos, polias e sistemas complexos responsáveis ​​pelas superfícies de controle do avião, reduzindo o peso total do E2. Mas não é só isso.

As proteções de envelope de voo e otimizações de controle que o “fly-by-wire” oferece expõem a aeronave a níveis mais baixos de cargas aerodinâmicas, permitindo que a EMBRAER desenvolva soluções para estruturas mais leves. Esse uso exclusivo do “fly-by-wire”, combinado com o novo design de asa de alta razão de aspecto (ou afilamento) do E2, com flaps de fenda única, resulta em uma redução de dois dígitos no consumo de combustível, emissões e custos de manutenção.

Ao modelar o desempenho de um jato regional de geração mais antiga com o novo E2, as companhias aéreas poderiam reduzir suas emissões de carbono por aeronave em algo na ordem de 56.000 toneladas por ano, o equivalente a 93.000 pessoas abandonando seus veículos motorizados em preferência a uma bicicleta e ciclismo para trabalhar todos os dias.

Quando comparado diretamente com o Airbus A220, um E2 economizaria para as operadoras cerca de 15.000 toneladas de CO2 por ano, o equivalente a plantar árvores em um espaço do tamanho de 135 campos de futebol.

Existem outros fatos e números interessantes para apoiar a história da sustentabilidade do E2. Para que as companhias aéreas sejam realmente sustentáveis, elas precisam preencher os assentos sem emitir mais poluentes do que o necessário e ter uma pegada menor por viagem. Novamente, é aqui que o E2 é capaz de demonstrar suas credenciais sustentáveis.

Ao substituir aviões maiores e menos eficientes pelo menor, mas com o tamanho correto, E2, as companhias aéreas podem reduzir as emissões de carbono em até 30%. Isso se traduz em 3.700 kg a menos de CO2 por voo, o que, por sua vez, equivaleria a um milhão de toneladas a menos de CO2 em dez anos para uma frota típica de dez aviões.

Um E2 com tamanho correto é capaz de fornecer 25,4% melhor eficiência de combustível por assento e até 10% melhor queima de combustível do que seus concorrentes.

Apoiando campeões de sustentabilidade

E195-E2 da Helvetic – Imagem: Embraer

Vários campeões de sustentabilidade no segmento de mercado já acreditaram na mensagem de sustentabilidade da Embraer. A Helvetic Airways, por exemplo, recebeu recentemente o primeiro de quatro jatos E195-E2. Voa para uma variedade de destinos sob sua própria marca ou em nome da Swiss International Airlines.

Em ambos os casos, optou por operar uma frota totalmente E2 pela flexibilidade operacional que oferece e porque, com o E195-E2, escolheu um avião reconhecido como o mais ecologicamente correto em sua classe.

Eles também são os mais silenciosos – pelo menos 60% mais silenciosos do que os aviões da geração anterior – atendendo aos rígidos regulamentos do Capítulo 14 da ICAO e se tornando rapidamente a primeira escolha para companhias aéreas que voam dentro e fora de aeroportos sensíveis ao ruído.

A KLM, transportadora holandesa e a maior operadora de E-Jets na Europa com mais de 50 aviões E-Jet, recorreu à Embraer para apoiá-la em sua missão de reduzir sua pegada de carbono em pelo menos 50% por pessoa / km dentro de nos próximos dez anos. Um usuário estabelecido do Embraer E190, ao atualizar para o E195-E2 está reduzindo suas emissões de CO2 por assento em 31% em comparação com o modelo anterior, ajudando a empresa aérea a manter sua posição no topo do Índice Dow Jones de Sustentabilidade.

Avião Embraer E195-E2 KLM Cityhopper
E195-E2 da KLM – Imagem: Embraer

Outras companhias aéreas, como a Porter, do Canadá, reconhecem rapidamente o benefício da classe E-Jet, tendo recentemente anunciado um acordo com a Embraer que fará com que esta transportadora com foco ambiental receba até 80 unidades do E195-E2 nos próximos dois anos.

Essas empresas exemplos de sustentabilidade, e outras como elas, provam que a sustentabilidade há muito deixou de ser algo ‘bom de se ter’ para algo que é essencial para os negócios futuros. Maior do que isso, algo essencial para o futuro da nossa indústria e do nosso planeta

Para mais informações sobre a sustentabilidade da linha de E-Jets da Embraer, visite e2sustainability.com.