E voou o Airbus A340-600 que tem só dois assentos na classe executiva

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

A configuração interna de uma aeronave é escolhida com zelo pelas empresas aéreas, já que cativar os clientes requer bastante dedicação. Mas tem vezes que essas coisas realmente fogem do padrão e os assentos não são aqueles que esperamos ver a bordo.

Em fevereiro, falamos sobre uma pequena empresa nigeriana que estava se alçando a um novo patamar ao adquirir um grande jato Airbus A340-600 aposentado pela Virgin Atlantic. Seria uma mudança representativa para a Azman Air, acostumada a voos domésticos para onze aeroportos com cinco Boeings 737.

Chega o A340

Foi então que a sexta aeronave da frota chegou, e com muita festa. No entanto, tão logo as fotos do evento foram colocadas na internet, algo incomum foi notado até pelos menos detalhistas.

Aninhada num diminuto espaço à frente da cabine, no meio da aeronave, dois largos assentos marrons repousavam sem qualquer separação da cabine principal por nenhum anteparo. É como se alguém simplesmente os tivesse esquecido eles ali, ou então eles estariam dedicados a levar alguém muito importante, um líder, talvez, com os liderados logo atrás. Enquanto isso, a classe econômica com leiaute em 2-4-2 para 411 passageiros era mais do que comum para uma aeronave como essa.

Voo inaugural

Pois bem, sem que essa interrogação fosse solucionada, a aeronave ficou parada desde então, até que, no final de novembro, as coisas começaram a mudar.

Pessoas ligadas à empresa publicaram um vídeo nas redes sociais em que, com largos sorrisos no rosto, anunciavam que o avião voltaria a voar (vídeo abaixo, espere carregar). Não seriam rotas regulares ou fretamentos ainda, mas voos promocionais para dar início a uma campanha de apresentação dos futuros serviços da companhia com o quadrijato.

Em certo momento, numa filmagem interna, é possível notar que os dois assentos de executiva ainda estão ali, confirmando que eles são parte dos planos da empresa. Isso aumentou a curiosidade dos analistas, já que há dúvidas de como esses dois exclusivos assentos poderiam ser comercializados ou se eles seriam exclusivos de convidados.

Isso ainda permanece um mistério, mas que pode estar próximo de ser esclarecido, já que o tal voo promocional da empresa foi concluído com sucesso no dia 17 de dezembro, como mostra a imagem do FlightRadar24 abaixo. A partir de agora, podemos esperar novidades sobre a empresa e esse tão diferente produto de classe executiva.

Uma coisa é certa: a aviação africana sempre reserva muitas “boas” surpresas.

Imagem do FlightRadar24

O histórico do jato

A aeronave entregue para a Azman Air tem 14 anos de idade. Com o número de série 765, o A340 foi originalmente entregue à Virgin Atlantic em agosto de 2006, de acordo com o PlaneSpotters.net. Em outubro de 2019, a máquina foi devolvida à sua locatária Doric Aviation.

Foi então transportada para Bournemouth, onde permaneceu. Em vez de ser descartada, como vimos acontecer recentemente com outros A340, a aeronave recebeu uma nova vida com seu novo proprietário nigeriano.

Enquanto estava em Bournemouth, a aeronave foi transferida da Doric para o European Aviation Group. Além disso, a aeronave foi repintada com as cores da Azman Air e o interior também foi reformado com o novo leiaute de 2 lugares executivos e 411 econômicos.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Ações da Airbus passam a compor o índice DAX40 da bolsa...

0
A Airbus tornou-se membro do novo índice DAX40 na Alemanha, com vigência a partir de hoje. Em 3 de setembro de 2021, a Deutsche Börse