Início Empresas Aéreas Em dia histórico, avião Embraer E195 com passageiros sobrevoa Chernobyl a baixa...

Em dia histórico, avião Embraer E195 com passageiros sobrevoa Chernobyl a baixa altura

Sobrevoo em Kiev – Foto: Ukraine International

Os voos para lugar nenhum ganharam espaço na economia mundial com o coronavírus, pois foi uma solução que as empresas aéreas acharam de conseguir alguma receita, enquanto a maior parte de suas frotas estava em solo. Em meio a críticas de ambientalistas sobre a queima “inútil” de combustível, as empresas se desdobraram em criatividade para ajudar a matar a saudade que muitos estavam de voar de avião.

No domingo (25), foi a vez a Ukraine International Airlines fazer mais um desses voos e com um mote único: sobrevoar o local do desastre nuclear de Chernobyl um dia antes da tragédia completar 35 anos. A lembrança faz parte de uma data marcante, em que o mundo relembra não apenas a tragédia, mas a importância de garantir que isso nunca mais aconteça.

Antes da pandemia, o turismo na usina nuclear abandonada e na cidade-fantasma vizinha de Pripyat teve um aumento acentuado após uma minissérie da HBO. O governo da Ucrânia disse em 2019 que queria que a área se tornasse um ponto turístico oficial.

O voo

Ao longo de uma hora e meia no domingo, os passageiros do voo puderam não apenas ver Kiev e Chernobyl dos ângulos mais incomuns e a altura de apenas 900 metros, mas também aprofundar seus conhecimentos sobre as causas e consequências do acidente. A bordo do voo, um guia da empresa Chernobyl Tour ficou responsável por transmitir essa relevante mensagem aos presentes.

Como mostra o mapa abaixo, extraído da ferramenta Radarbox, foram quatro passagens sobre a antiga usina de Chernobyl e a cidade abandonada de Prypiat, realizadas a bordo de um jato Embraer 195 (UR-EMF). Como o avião foi e retornou pela mesma rota, todos os passageiros puderam observar o impressionante domo de contenção de radiação instalado na usina desativada.

Outros voos sobre o local do acidente vêm sendo realizados desde março, todos eles com procura recorde e se esgotando em poucos minutos, informou a empresa aérea em nota.

Imagem: RadarBox