Em dois dias, dois aviões ATR da Azul retornam ao aeroporto com problemas

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Dois aviões turboélices ATR-72 da Azul acabaram retornando ao aeroporto de origem após problemas em voos no final do mês passado. Nenhuma das eventualidades resultou em risco para a segurança do voo.

© Claudio Vieira/PMSJC

Segundo o CENIPA, os casos envolveram os ATR de matrículas PR-AQM e PR-AKJ nos dias 30 e 31 de janeiro, respectivamente, mas em aeroportos diferentes.

No caso do PR-AQM, a aeronave cumpria o voo AD-4384 de Campinas para Rondonópolis, com 43 passageiros e 4 tripulantes. Durante a fase de subida, o avião apresentou a falha “SMOKE” que não foi detalhada no CENIPA, mas que pode ter relação com o sensor de fumaça da aeronave.

A tripulação cumpriu as tarefas previstas no manual da aeronave e optou por retornar para Campinas, onde pousou sem maiores problemas. O avião foi liberado e realizou outros voos mais tarde no mesmo dia, sem nenhuma outra ocorrência.

Já no dia seguinte, outro problema ocorreu com o PR-AKJ, que voaria de Montes Claros para Porto Seguro, com 41 passageiros e 4 tripulantes. Também durante a fase de subida, a aeronave indicou “ENG #2 GEN FAULT X SEVERAL”, indicando uma falha no gerador associado ao motor de número 2.

Os procedimentos de teste e solução de pane foram feitos pela tripulação, que acabou retornando para o Aeroporto de Montes Claros sem outros problemas. O ATR 72-600 acabou sendo transladado no dia seguinte para Campinas, quando retornou aos voos regulares.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

LATAM Airlines consegue acordo com parte dos credores e apresenta Plano...

0
O LATAM Airlines Group S.A. e as suas afiliadas no Brasil, Chile, Colômbia, Equador, Peru e Estados Unidos anunciaram hoje a apresentação