Em quais aeroportos americanos há mais passageiros armados?

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

A Administração de Segurança de Transporte (TSA) dos Estados Unidos divulgou um dado alarmante, que mostra que se detectaram duas vezes mais armas de fogo por milhão de passageiros em aeroportos em 2020, em comparação com 2019. A foi taxa significativamente mais alta do que em qualquer outro ano desde o início da série. 

Ao longo de 2020, a TSA capturou aproximadamente 10 armas de fogo por milhão de passageiros, em comparação com cerca de 5 por milhão de passageiros rastreados em 2019. 

Os oficiais da TSA descobriram um total de 3.257 armas de fogo com os passageiros ou em suas malas de mão, nos pontos de verificação, embora o total de passageiros rastreados em 2020 tenha caído em 500 milhões em relação a 2019 devido à pandemia. Das armas de fogo capturadas em 2020, cerca de 83 por cento estavam carregadas. Em 2019, os oficiais da TSA detiveram um recorde de 4.432 armas de fogo, das quais 87 por cento estavam carregadas.

Passageiros com armas de fogo foram parados em 234 aeroportos em todo os EUA. O infográfico abaixo, da TSA, mostra em quais aeroportos houveram mais casos de armas, sendo que Atlanta lidera, com 220 passageiros armados, seguido por Dallas, com 176 e Phoenix com 124.

“Elogio nossos oficiais por seu compromisso com a missão de segurança da TSA, identificando e parando essas armas nos pontos de controle da TSA. Armas de fogo são estritamente proibidas a bordo de aviões na cabine de passageiros”, disse o oficial sênior executando as funções do administrador da TSA, Darby LaJoye. 

“Trazer uma arma de fogo na mala representa um sério risco para o oficial da TSA e para a segurança dos passageiros, e fazer isso pode resultar em multas significativas ou prisão”, concluiu.

Onde as leis locais de porte de arma de fogo permitirem, os passageiros podem viajar com elas na bagagem despachada se forem descarregadas e embaladas em uma mala rígida trancada. No entanto, as leis de porte de arma de fogo variam de acordo com o estado e a localidade. As companhias aéreas podem ter requisitos adicionais para viajar com armas de fogo e munições, portanto, os viajantes também devem entrar em contato com a empresa antes de chegar ao aeroporto.

Em algumas cidades, as autoridades locais podem abrir processos criminais contra viajantes que levam armas de fogo para o posto de controle da TSA. A TSA avaliará as penalidades civis que variam de acordo com o número de crimes anteriores e se a arma de fogo estava carregada no momento. A lista completa de penalidades está publicada em TSA.gov. Armas de fogo não são permitidas na cabine de passageiros de um avião; isso inclui viajantes com porte de arma.

O site da TSA dá mais detalhes sobre como viajar adequadamente com uma arma de fogo.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias