Em segredo, FedEx testa aviões autônomos para entregas em cidades pequenas

A gigante das entregas expressas FedEx está testando o uso de pequenos aviões de carga que voam sozinhos para atender áreas remotas. O experimento vinha sendo conduzido com uma startup de tecnologia em aeronaves autônomas e foi confirmado pelo CEO Fred Smith na reunião com investidores nessa semana.

Uma matéria da Bloomberg diz que o esforço se baseia no trabalho da empresa aérea com a Reliable Robotics, do Vale do Silício, que foi fundada por veteranos da Space X de Elon Musk. Com a aprovação da Administração Federal de Aviação dos Estados Unidos (FAA), a Reliable Robotics demonstrou em junho um pouso remoto totalmente automatizado de uma Caravana Cessna C208 turboélice de propriedade da FedEx.

“Esta iniciativa lida com pequenos aviões turboélice e, neste caso particular, o monomotor C208, que pretendemos colocar em áreas muito remotas e desabitadas como parte de nossa rede”, disse Smith em 21 de setembro na reunião anual de acionistas da FedEx. No entanto, ele tranquilizou os pilotos da FedEx, que não devem se preocupar com robôs roubando seus empregos – por enquanto. “Levaria décadas para que a tecnologia substituísse os humanos na pilotagem de grandes cargueiros”, disse Smith.

“A FedEx não tem planos de substituir sua frota de aeronaves-tronco por máquinas autônomas. E posso acrescentar, com base em meus mais de 50 anos de experiência na aviação, acho que a perspectiva de grandes aeronaves de transporte voando sem pilotos é altamente remota e não é algo com que nossa tripulação deva se preocupar em um futuro previsível”.

Testes em segredo

Pouco se sabia sobre esses testes da FedEx até antes de o CEO se pronunciar. O que se sabe é que um Cessna 208 Caravan de propriedade da FedEx realizou uma aterrissagem automatizada em 30 de junho, como mostra o vídeo da Reliable Robotics abaixo. O voo autônomo foi acompanhado remotamente e o teste ocorreu no Aeroporto de San Martin, na Califórnia.

A FedEx não é mencionada no comunicado à imprensa ou no vídeo da Reliable Robotics sobre o teste, mas notadamente fizeram um trabalho precário de ocultação da marca no avião de teste, como se nota no vídeo. Fato é que a FedEx é proprietária da aeronave exibida embora ambos tenham negado anteriormente.

A FedEx usa aeronaves C208 como parte de sua rede de alimentação para seus hubs, transportando cargas dos mercados muito pequenos para os jatos Boeing e Airbus que realizam as operações domésticas de maior volume, além das internacionais. A aeronave usada no teste realizou vários voos, o último deles em 15 de julho. Das 646 aeronaves de propriedade da FedEx em 31 de maio, 235 eram aeronaves Cessna 208B.

A Reliable Robotics, sediada em São Francisco, também realizou um teste com um Cessna 172 Skyhawk, no qual a aeronave decolou e pousou automaticamente. A empresa disse em um comunicado à imprensa que ambos os testes são “inovações históricas para a aviação global”.

A FedEx tem explorado o potencial das entregas automatizadas. Seu robô de entrega autônomo Roxo está sendo preparado para uma segunda rodada de testes enquanto a empresa trabalha no progresso da legislação e nas aprovações regulatórias para ele. A empresa também está analisando as entregas com drones.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias