Em voo, atriz flagra homem em atos obscenos e acusa comandante de omissão

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Uma famosa atriz norte-americana que estava em uma viagem internacional denunciou, em sua conta oficial do Twitter, um homem a bordo de um voo da United Airlines que fazia atos libidinosos ao seu lado, e o comandante do voo por supostamente não fazer nada a respeito.

Cena do vídeo que você verá logo abaixo

A atriz Shalita Grant, conhecida por seu papel na série americana NCIS New Orleans, estava a bordo do voo UA1060 da United Airlines, que partiu de Houston, no Texas, para a Cidade do México, no México, na última quarta-feira, dia 12 de maio.

Em companhia de mais uma pessoa a bordo de um Airbus A320, a atriz flagrou um homem com as mãos por dentro das calças, realizando um ato libidinoso. Com o flagrante e bastante ofendida, Grant pegou seu celular e começou a filmar o individuo e, logo após, postou o vídeo no Twitter, que rapidamente se tornou viral.

No curto vídeo que você verá abaixo, é possível ver o homem tirando uma das mãos de dentro da calça, logo ao perceber que está sendo filmado. Também é possível ouvir Grant falando: “Senhor, você tem que parar com isso. Isso é nojento. Você tem que parar com isso. Isso para!”.

A atriz disse, em resposta abaixo do vídeo publicado, que contatou os comissários de bordo, relatando o caso, mas que ao comunicar o comandante do voo, nada foi feito, sendo totalmente ignorado.

Os comissários de bordo, que estavam em defesa da atriz, chegaram até a questionar o comandante do voo, perguntando como ele se sentiria se o caso tivesse acontecido com sua irmã ou esposa, ao invés da atriz. Ela também contatou a United Airlines, questionando as políticas a bordo nessas ocasiões.

Em comunicado ao site Travel Noire, a United Airlines disse que tem tolerância zero para esse tipo de comportamento inadequado. Ela ainda reforça que a tripulação notificou os policiais para encontrar o homem na chegada do voo e, com isso, trabalhar na revisão do incidente.

O homem foi identificado como Alfredo Figurero, de 49 anos, que, ao chegar no aeroporto da Cidade do México, foi detido pelos policiais após o desembarque. Segundo informações, se o mesmo for culpado do ato inadequado a bordo, poderá pegar até 3 anos de prisão.

Relembre outras matérias publicadas sobre o assunto:

Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias