Início Acidentes e Incidentes Embraer 145 teve inesperada desaceleração antes de derrapar e ir à grama,...

Embraer 145 teve inesperada desaceleração antes de derrapar e ir à grama, disseram os pilotos

O Embraer 145 após o acidente – Imagem: AAIA Bahamas

Novas informações foram divulgadas recentemente apresentando mais alguns detalhes sobre um acidente envolvendo um jato regional Embraer 145 nas Bahamas em outubro passado.

A atualização sobre o caso foi apresentada através do Relatório Preliminar publicado pela Aircraft Accident Investigation Authority (AAIA) das Bahamas, que ainda não descreve qualquer descoberta sobre falhas encontradas ou possíveis causas para o acidente com o ERJ-145, porém, detalha como tudo aconteceu com base na descrição dos pilotos do avião.

Histórico do acidente

No dia 24 de outubro de 2020, aproximadamente às 11h56 locais (15h56 horário UTC), uma aeronave Embraer EMB-145LR com registra sob a matrícula americana N674RJ, operando como voo American/Envoy 4194, envolveu-se em um evento de excursão de pista (“runway excursion”) após sua saída à direita da pista 06, logo após o pouso no Aeroporto Internacional Grand Bahama (MYGF), em Freeport, Grand Bahama, Bahamas.

O voo comercial regular teve origem no Aeroporto Internacional de Miami (KMIA), em Miami, Flórida, EUA, com um total de vinte e cinco passageiros e três tripulantes a bordo.

De acordo com as declarações dadas pelos tripulantes após o acidente, o voo transcorreu sem intercorrências até o ponto logo após o pouso. Os pilotos informaram que a aproximação foi estável, o contato foi feito com a pista e, imediatamente após o toque, os dois experimentaram uma frenagem repentina da aeronave, embora nenhum controle de freio tenha sido aplicado.

Posteriormente, ocorreu uma rápida desaceleração da aeronave seguida de uma derrapagem. O piloto em comando (que era o piloto voando o Embraer 145 nesta perna do voo) não teve sucesso em suas tentativas de estabilizar e controlar a aeronave enquanto ela continuava na pista, eventualmente desviando da linha central e parando na lateral direita da pista.

Durante a sequência de excursão de pista, ambas as pernas do trem de pouso principal entraram em colapso. A cauda da aeronave, que ficou mais próxima à pista, parou a aproximadamente 15 pés (4,6 metros) da borda da pista.

Imagem: AAIA Bahamas

O controle de tráfego aéreo de Grand Bahama iniciou imediatamente os procedimentos de resposta a emergências e os recursos de resgate e combate a incêndios do aeroporto foram levados ao local.

Os passageiros e a tripulação evacuaram a aeronave com sucesso. Ambulâncias transportaram dois passageiros para o hospital devido a ferimentos leves.

Uma equipe de investigadores da Autoridade de Investigação de Acidentes de Aeronaves (AAIA) e da Autoridade de Aviação Civil das Bahamas (BCAA) foi enviada ao local do acidente em 25 de outubro de 2020 para conduzir uma investigação no local. Os dados de voo da aeronave e os gravadores de voz da cabine foram removidos e enviados para leitura e análise.

Informações sobre impacto e destroços

A aeronave saiu da pista 06 a uma distância de aproximadamente 3.715 pés (1.132 metros) da cabeceira da pista. A cauda da aeronave, a parte mais próxima à pista, parou a aproximadamente 15 pés da borda da pista.

A aeronave deixou marcas significativas (borracha) dos pneus do trem de pouso principal na pista, indicando ação de frenagem significativa. A uma distância de aproximadamente 2.478 pés (755 metros) da cabeceira da pista 06, as marcações de derrapagem da aeronave mudaram significativamente para a direita da linha central da pista e continuaram ao longo dessa trajetória até chegar ao repouso na grama.

Imagem: AAIA Bahamas

Imagem: AAIA Bahamas

Danos na aeronave

Danos foram identificados na parte inferior da fuselagem (longarina principal), no trem de pouso do nariz, nos trens de pouso principais e na asa esquerda (a extensão total dos danos não é detalhada até este relatório preliminar).

A AAIA declara que estas são informações preliminares, sujeitas a alterações e que podem conter erros. Quaisquer erros neste relatório preliminar serão corrigidos quando o relatório final for concluído.

Informações da AAIA das Bahamas

Sair da versão mobile