Início Indústria Aeronáutica Embraer despacha mais dois jatos novinhos para a Skywest, dos EUA

Embraer despacha mais dois jatos novinhos para a Skywest, dos EUA

No último fim de semana, voaram rumo aos Estados Unidos mais dois jatos Embraer E175 E1, que serão inseridos na malha da empresa Skywest, a maior operadora de jatos desse modelo no mundo.

A companhia, que presta serviços para quase todas as grandes empresas dos EUA, possui uma frota de mais de 200 jatos do modelo, número esse que chegará a 240 em breve, considerando uma encomenda de 16 jatos novos feita em agosto.

Os jatos entregues tinham matrículas N509SY (msn 170.00890) e N510SY (msn 170.00891) e partiram do Brasil com a pintura da American Eagle, braço regional da American Airlines. Após escalas em Manaus e Porto Rico, os aviões ingressaram em território americano, vindo a pousar no aeroporto de Boise, em Idaho, de acordo com dados da plataforma RadarBox.

Em seu modelo de negócios, a SkyWest é paga, principalmente, para operar e manter aeronaves utilizadas em voos que estão programados, comercializados e preços por um parceiro de linha principal. A companhia opera uma média de mais de 2.400 voos por dia para 250 cidades nos Estados Unidos, Canadá e México.

Recentemente, o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou o financiamento para a exportação de 24 jatos comerciais E175 da Embraer para a SkyWest Airlines, numa transação de mais de US$ 500 milhões (superior a R$ 2,6 bilhões), segue a linha das operações realizadas por agências de crédito à exportação nos países com indústrias aeronáuticas de ponta.

Trata-se de um setor considerado estratégico pelas nações devido a aspectos como tecnologia, inovação e alta capacitação de mão de obra. Essas agências atuam de forma complementar ao mercado privado de crédito e com mais intensidade em momentos de crise, o que se evidencia pelo histórico entre BNDES e Embraer.