Embraer E190 da mineradora VALE aparece com uma pintura totalmente nova

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Foto de Gabriel Wallace (gentilmente cedida)

Após ter passado algumas semanas em manutenção na cidade de Sorocaba, no interior de São Paulo, o único Embraer E-Jet a ser usado no transporte corporativo no Brasil voltou a sua base em Belo Horizonte. Trata-se do E190 de matrícula PP-ADV, que voa para a Companhia Mineradora Vale S/A (antiga Vale do Rio Doce).

A novidade é que o jato apareceu sem a tradicional faixa verde e amarela cortando-lhe de “cabo a rabo”. Na verdade, elas deram lugar a cores ainda mais sóbrias em prata e grená. Não temos detalhes sobre o motivo da mudança na “decoração”, mas comenta-se que ele seria empregado a outras missões que não apenas ao transporte de funcionários.

Segundo dados do Registro Aeronáutico Brasileiro (RAB), esse jato foi fabricado em 2012 e está registrado em nome da empresa VALE S.A. Sua configuração interna está preparada para 86 assentos, sendo dois pilotos e mais 84 passageiros e comissários.

A mineradora é extremamente discreta para com relação ao seu E-Jet e não fala muito sobre ele. Da mesma forma, o jato também nem sempre aparece nos aplicativos de rastreamento, embora seja muito comum vê-lo voando várias vezes por semana na ligação entre o aeroporto de Parauapebas (PA), na Serra dos Carajás, e o aeroporto de Belo Horizonte – Pampulha, transportando funcionários da empresa.

Antes de chegar de Sorocaba nessa semana, a pintura dele era essa:

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Com medo da nova cepa da África, voo da KLM é...

0
O medo do surgimento de uma nova variante de Coronavírus tem causado um efeito em cascata de países fechando a fronteira para a África.