Início Empresas Aéreas Embraer entrega um dos últimos E190 da primeira geração

Embraer entrega um dos últimos E190 da primeira geração

Mais um capítulo na história de sucesso da Embraer se encaminha para o fechamento, com a entrega do último avião E190 da Air France – HOP!. Essa aeronave também é uma das últimas da carteira de pedidos do E1, que têm mais três encomendas de uma empresa de leasing.

O jato E190-E1 de matrícula F-HBLQ decolou hoje de São José dos Campos para Recife, de onde segue para Tenerife Sul, nas Canárias, antes de chegar ao Aeroporto Clermont-Ferrand, região central da França e base da HOP!, subsidiária da Air France que irá operar o jato.

Este avião é o de número 568 do modelo E190 de primeira geração a ser entregue. Esta versão foi a segunda mais popular da primeira geração de jatos regionais de maior porte da Embraer, ficando atrás apenas do E175, o queridinho das regionais americanas, com mais de 600 entregas e mais de 100 pedidos ainda a serem completados.

Um breve histórico do E190

A série E190 se tornou, em 2003, o maior jato já produzido no Brasil, sendo superado anos depois pela sua versão estendida, o E195. A primeira entrega foi para a estreante JetBlue Airways, fundada pelo brasileiro David Neeleman, que obteve sucesso com os jatos Embraer nos EUA, pavimentando depois a estreia da irmã Azul Linhas Aéreas, que utilizou os E190 da sister americana.

Estes jatos E190 que fizeram os primeiros voos da Azul estão até hoje na companhia (PR-AZL e PR-AZA), ainda conservando o interior da JetBlue, mas estocados pela Pandemia. Eles começaram não só história da Azul, mas também dos E-Jets no Brasil, já que a companhia de Neeleman foi a primeira operadora no país.

Um ano depois seria a vez da TRIP Linhas Aéreas receber seu primeiro E-Jet, o E175-E1, e em 2011 o seu primeiro E190, sendo a única outra operadora do modelo no Brasil, que no final foram todos para a Azul, já que a TRIP foi comprada pela empresa de Neeleman.

Ao todo, foram 28 jatos E190 registrados no Brasil, entre a Azul, Trip e Força Aérea Brasileira, além de operadores privados, tanto na variante regular quanto na Lineage 1000, versão executiva. Não estão contabilizados nesta lista as aeronaves de teste da Embraer.

Avião Embraer E190 TRIP
Embraer E190 – Imagem: aeroprints.com / CC BY-SA

O fim se aproxima

Com a entrega do último Embraer 190 da HOP!, não há mais nenhuma encomenda de companhias aéreas ainda a ser entregue para o modelo, restando apenas 3 unidades encomendadas por um lessor.

Entramos em contato com a Embraer sobre o assunto, que confirma que a unidade da HOP! não é a derradeira entrega da história do modelo, pois o lessor ainda pode encontrar uma empresa interessada em suas três unidades.

Mas, mesmo se a entrega dos três ainda ocorrer (se ela realmente vier a ocorrer em meio às incertezas geradas pela Pandemia), isso não significaria um fechamento definitivo da produção do 190-E1, pois este tem uma linha hibrida com a nova geração E2.

De qualquer forma, estamos próximos do fim da história do modelo, de forma similar ao que aconteceu com o E145, antecessor do E190, em junho passado:

Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A