Embraer diz que novo avião da FAB deverá ter propulsão híbrida-elétrica

O CEO da Embraer, Francisco Gomes Neto, disse em entrevista que a empresa está trabalhando num novo avião militar, com propulsão híbrida elétrica. A aeronave é parte de um projeto já anunciado em 2019.

Embraer Bandeirante

Durante uma entrevista para a Aviation Week, Francisco Gomes Neto, presidente da Embraer, falou sobre o que a empresa tem feito em termos de novas tecnologias de propulsão para desenvolvimento de aeronaves mais ecológicas. O executivo afirmou que a empresa já tem planos para isso, mas em outra área.

“Nós entendemos que a propulsão por hidrogênio é uma das linhas de pesquisa para o futuro, mas ainda está realmente num estágio prematuro. Nós na Embraer estamos trabalhando numa aeronave híbrida-elétrica, já fizemos a pesquisa sobre os combustíveis e acreditamos que esta tecnologia estará disponível num curto ou médio prazos para uso comercial”, afirma Francisco.

Quando questionado se o já anunciado turboélice regional seria a aeronave a incorporar tal tecnologia, Francisco diz que não, mas que será um avião militar.

“Não é com o turboélice ainda. Estamos trabalhando numa nova aeronave militar leve, que está sendo construída com a Força Aérea Brasileira. Será este avião que terá uma propulsão híbrida-elétrica durante o estágio de desenvolvimento do projeto”.

O avião é parte do projeto anunciado no ano passado, para desenvolver uma aeronave focada especialmente na região Amazônica, para operar pistas extremamente curtas, estreitas, não-pavimentadas, desprovidas de infraestrutura e em localidades remotas.

Este avião deverá ser o substituto provável do Embraer Bandeirante principalmente e também do Brasília, que já passam de 30 anos de serviço.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Ouça o que disse o presidente da Gol a bordo do...

0
O presidente da GOL Linhas Aéreas, Paulo Kakinoff, falou ontem durante o primeiro voo do Boeing 737 MAX modificado com passageiros no Brasil.