Embraer instala os famosos filtros HEPA nos jatos ERJ 145

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Com o objetivo de apoiar os clientes dos jatos ERJ 145, de 50 lugares, na busca por soluções para aumentar o grau de segurança dos passageiros e prevenir a potencial transmissão de vírus a bordo de aviões, a Embraer divulgou recentemente um Boletim de Serviços que permite aos operadores dessas aeronaves a instalação dos filtros HEPA de alta eficiência. Os kits dos primeiros 70 aviões já estão em montagem e deverão ser entregues até meados de dezembro.

“O foco da Embraer está sempre no nosso cliente, em como apoiá-lo e melhorar ainda mais o produto que está em operação. Neste sentido, pelo momento que estamos vivendo em todo o mundo, a certificação e a instalação dos filtros HEPA nos jatos ERJ 145 é uma solução indispensável que a Embraer desenvolveu para tornar ainda mais seguras as condições da cabine para os passageiros que utilizam as nossas aeronaves”, explica Johann Bordais, Presidente e CEO da Embraer Serviços & Suporte.

Foram cerca de cinco meses e meio para desenvolver esta solução. Durante este período a Embraer selecionou o filtro e trabalhou nas etapas necessárias para criar o boletim de serviços, fabricando e comprando várias das peças necessárias para desenvolver os kits. Além disso, o estudo de instalação para os jatos ERJ 135 e o ERJ 140 também deve ser concluído em breve.

Na maioria das aeronaves, a troca todo o volume de ar da cabine de passageiros ocorre de 20 a 30 vezes por hora, o que é mais frequente do que a troca do ar em um escritório e de cinco a seis vezes mais que em hospitais. Os filtros HEPA, que são padrão em todas as versões das famílias de E-Jets e E-Jets E2 de aviões comerciais da Embraer, são extremamente eficientes, capturando 99,97% das partículas transportadas pelo ar e outros contaminantes biológicos, como bactérias, vírus e fungos.

Essa tecnologia também está disponível nos jatos executivos da Embraer, com os filtros HEPA sendo padrão nos jatos Praetor 600 e Praetor 500.

Outra solução preventiva foi a aprovação do uso de MicroShield360, um sistema de revestimento preventivo que, quando aplicado no interior das aeronaves, inibe continuamente o crescimento de micróbios nas superfícies. A combinação desses novos recursos com os já existentes equivale a um maior nível de proteção para os passageiros. 

Informações da Embraer

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Maior cliente do Boeing 737 MAX diz que só volta a...

0
Na medida em que o Boeing 737 MAX é liberado pelas agências reguladoras ao redor do mundo, as empresas aéreas traçam planos para seu retorno