Início Empresas Aéreas Após emergência, Airbus A380 desvia duas vezes e voo termina em outro...

Após emergência, Airbus A380 desvia duas vezes e voo termina em outro país

Um voo de um Airbus A380 da companhia aérea australiana Qantas, de Dallas-Fort Worth (Estados Unidos) para Sydney (Austrália), precisou fazer duas paradas inesperadas, levando os passageiros a terminarem em outro país.

Airbus A380 da Qantas

O voo de número QF-8, operado pelo A380 registrado com a matrícula VH-OQJ, partiu de Dallas às 20:30 da última quinta-feira, 23 de janeiro de 2020. A jornada de 13.800 quilômetros até Sydney normalmente leva 17 horas para ser concluída. É um dos mais longos voos sem escalas do mundo.

Dois desvios inesperados

Mas o longo dia de viagem ficou ainda mais longo quando uma emergência médica exigiu que a gigante aeronave desviasse para Nadi, nas ilhas Fiji.

O QF-8 pousou por volta das 03:30 no sábado, 25 de janeiro de 2020, depois de mais 13 horas no ar (note que a aeronave decolou dos EUA na noite de quinta-feira e pousou na madrugada do sábado, já que a rota cruza a Linha Internacional de Data no Oceano Pacífico).

O voo do A380 desviado para Nadi (NAN) – Imagem: FlightAware

Após a resolução da emergência médicoo, o voo então partiu de Nadi às 05:15 em direção à Austrália, mas, quando estava prestes a atingir sua altitude de cruzeiro, houve uma mudança repentina de rumo, dirigindo-se à Nova Zelândia.

O A380 dirigindo-se a Aukland (AKL) ao invés da Austrália (à esquerda) – Imagem: FlightAware

O voo aterrissou em Auckland depois de quase três horas no ar, às 09:00 do sábado de manhã (horário local). De acordo com informações do Stuff, o QF-8 teria sido desviado para a Nova Zelândia devido a limites de tempo serviço da tripulação.

Por que a ida até a Nova Zelândia?

O Simple Flying perguntou à Qantas sobre os limites de serviço da sua tripulação na ocorrência do Airbus A380. Eles não responderam especificamente às perguntas, mas confirmaram as informações do Stuff. Após o desvio inesperado para Nadi, os limites de serviço da tripulação impediram que a aeronave chegasse à Austrália e eles decidiram ir para Auckland.

Segundo a companhia aérea, isso ocorreu porque havia muitos voos com destino a Sydney saindo de Auckland, minimizando outras interrupções e mais atrasos para seus passageiros. A Qantas normalmente tem cinco voos entre Auckland e Sydney aos sábados.

Retorno do voo para Dallas atrasado

O desvio teve um efeito cascata nos voos mais tarde naquele dia. A aeronave foi escalada para operar o serviço de Sydney a Dallas no sábado, no entanto, o avião ainda teve que ser transladado de Auckland até a cidade australiana.

Com isso, o voo de volta para Dallas, programado diariamente para 14:40, foi cancelado três vezes antes de finalmente ter o horário confirmado para decolar, às 22:27 na noite de sábado.

Sair da versão mobile