Emirates e Etihad aderem ao passaporte de saúde da IATA para viagens na pandemia

As companhias aéreas Emirates Airlines e Etihad Airways, ambas dos Emirados Árabes Unidos e duas das maiores companhias aéreas do mundo, assinaram acordo com a Associação Internacional do Transporte Aéreo (IATA, em inglês) para testar o IATA Travel Pass.

O recurso é um aplicativo para celulares para, segundo a organização, ajudar os passageiros a gerenciar viagens de forma fácil e segura, de acordo com os requisitos do governo para testes ou vacinas contra COVID-9

O IATA Travel Pass permite que os passageiros criem uma espécie de ‘passaporte digital’ para receber os resultados do teste COVID e verificar se estão qualificados para realizar a viagem de acordo com as normas do país. Por meio do aplicativo as autoridades poderão verificar, por exemplo, se os viajantes estão com as vacinas em dia ou realizaram testes negativos contra a COVID dentro do período regulamentar.

A IATA ressalta que o Travel Pass mantém os passageiros no controle de seus dados e apenas facilitará o compartilhamento das informações com companhias aéreas e autoridades para viagens. Isso também tornará conveniente para os passageiros o gerenciamento da documentação de viagem durante a viagem.

Ideias das companhias

O diretor de operações do Etihad Aviation Group, Mohammad Al Bulooki, defende a medida como muito importante para a regularização da aviação mundial. “Ser uma das primeiras companhias aéreas a trabalhar globalmente com a IATA como parceira pioneira no IATA Travel Pass é um grande passo em frente para os hóspedes da Etihad e para a indústria”, disse o executivo.  

“Os testes e a vacinações contra  COVID-19 serão a chave para fazer o mundo voar novamente. Desde 1º de agosto de 2020, a Etihad é a única companhia aérea que exige um resultado de teste PCR negativo antes da partida para os passageiros em todo o mundo, e novamente na chegada em Abu Dhabi, dando aos nossos hóspedes a garantia adicional de segurança quando viajam conosco”, completou.

O diretor de operações da Emirates, Adel Al Redha, disse que, embora as viagens internacionais continuem tão seguras como sempre, existem novos protocolos e requisitos de viagem no atual cenário de pandemia global.

“Trabalhamos com a IATA nesta solução inovadora para simplificar e transmitir digitalmente as informações exigidas por países e governos em nossos sistemas de companhias aéreas, de maneira segura e eficiente. Temos orgulho de ser uma das primeiras companhias aéreas do mundo a pilotar essa iniciativa, que proporcionará uma experiência aprimorada ao cliente e facilitará convenientemente as necessidades de viagem de nossos clientes”, disse.

Módulos

O IATA Travel Pass foi desenvolvido como quatro módulos independentes que podem interagir uns com os outros. Esses módulos cobrem registros para requisitos regulamentares de entrada e laboratórios e centros de testagem, além de emissão de certificados verificados, identidade digital e a possibilidade de os passageiros compartilharem os resultados dos testes durante a viagem por meio de seus dispositivos móveis.

O app pode funcionar como uma solução ponta a ponta completa ou ser usados ​​separadamente para complementar sistemas que ainda estão em construção. A IATA desenvolveu esses módulos para garantir que sejam interoperáveis ​​com outras soluções da indústria.

Informações da IATA

Fabio Farias
Jornalista e curioso por natureza. Passou um terço da vida entre aeroportos e aviões. Segue a aviação e é seguido por ela.

Veja outras histórias