Emirates encomenda Airbus A330neo e A350XWB

A Emirates anunciou hoje um pedido para aeronaves A330-900neo e A350-900XWB num valor de tabela de $21,4 bilhões de dólares. O pedido substitui 42 encomendas do A380 que terá sua produção encerrada em 2021.

Serão 40 unidades do A330-900neo, mesmo modelo utilizado pela TAP e em algums meses pela Azul Linhas Aéreas. Também serão 30 unidades do A350-900, utilizado pela LATAM e futuramente pela Avianca Brasil.

Os primeiros A330neo irão chegar na companhia em 2021, e os A350 em 2024. O Sheikh Ahmed Bin Saeed Al Maktoum, CEO da Emirates, comentou sobre a escolha das aeronaves:

Airbus A350-900XWB

“A estratégia da Emirates de operar uma frota jovem, moderna e eficiente se mantém. Os A330neos e os A350 que encomendamos hoje irão complementar o mix de frota da Emirates, apoiar nosso crescimento de malha e nos dará maior flexibilidade para servir demandas de temporada e de oportunidade” declarou o CEO.

A Emirates chegou a operar uma frota de 29 aeronaves A330-200ceo que foram aposentadas em novembro de 2016 em conjunto com o A340. A aeronave foi por anos a menor em tamanho da frota da Emirates e atendia diversos destinos secundários, principalmente do Oriente Médio, e para muitos analistas criou um ‘gap’ com a sua saída: Atualmente a menor aeronave da Emirates é o Boeing 777-200LR que leva 266 passageiros, já o A330-200 levava de 237 a 278 passageiros dependendo da configuração na empresa.

Airbus A330-900neo

Com a volta da família A330, os A330-900neo serão colocados nas rotas regionais e permitirão que a aérea sirva aeroportos menores logo abrindo novas rotas. Já o A350 irá complementar as rotas de longa distância da empresa em voos de 8 a 12 horas partindo de Dubai.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Emirates

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos