Emirates não vê data para receber Boeing 777X, mas prevê todos os A380 de volta até 2022

A Emirates acredita que o mercado aéreo terá forte crescimento no próximo ano com a chegada das vacinas do Coronavírus, e com isso irá colocar todos os seus A380 para voar até 2022.

Avião Airbus A380 Emirates
Imagem: Emirates

O presidente da empresa, Tim Clark, revelou à Bloomberg TV que a recuperação da aviação ficará evidente no segundo trimestre do próximo ano, com a vacina já chegando em todos os continentes.

“Eu vejo a demanda aumentando. A minha visão é otimista, até o final do próximo ano ou no primeiro trimestre de 2022 teremos todos os nossos Airbus A380 voando”.

Hoje a Emirates é a maior operadora do A380, o maior avião de passageiros do mundo. São mais de 100 unidades na frota da companhia, e a grande maioria está estocada, já que é uma aeronave que depende exclusivamente de fortes rotas internacionais.

Quando, porém, o assunto é o Boeing 777X, maior bimotor do mundo, as perspectivas não são das melhores para o executivo, que não vê uma previsão de data para receber o avião: “Eu não tenho ideia, era para ser entregue em junho desse ano, depois foi para 2021 e agora 2022. Eles não finalizaram a certificação do avião e do motor”, conclui Tim.

O presidente não cita o Brasil, mas dado que o Airbus A380 operava diariamente para São Paulo antes da Pandemia, é bem provável que ele volte no ano que vem, a depender claro, da vacina e consequente recuperação da demanda.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias