Emirates pretende cancelar últimas entregas de seus A380 encomendados

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

A Emirates Airline, com sede em Dubai, planeja receber até março de 2021 apenas mais três unidades do A380, e não mais todas as unidades restantes de sua encomenda.

Emirates Frota Estacionada Aviões A380 777
Imagem: Emirates

A Airbus supostamente estaria negociando um adiamento nas entregas ou nos pagamentos dos Airbus A380 da Emirates, a fim de manter a linha de produção por mais algum tempo, segundo o portal Airways International.

A Emirates afirmou que não discute negociações comerciais, mas permanece “em diálogo regular com a Airbus”. A Airbus também informou o mesmo, afirmando que essas conversas com os clientes são confidenciais e não serão divulgadas.

Se a Emirates desistir dos cinco aviões dessa encomenda final, terá de pagar cerca de US$ 70 milhões por avião para o cancelamento. Assim, não receber as cinco unidades finais significa desembolsar um valor de cerca de US$ 350 milhões.

No momento, três dos oito A380 finais já estão sendo completados. Esses três são as unidades com entrega prevista até 2021. Asas e seções de fuselagem para os outros cinco estão na planta de montagem final em Toulouse, tendo sido embarcadas para a França no início deste ano.

Recentemente informamos que a Emirates, com 116 unidades do modelo A380 em sua frota, poderá aposentar definitivamente 46 aeronaves do modelo, além de estar planejando cortar até 30.000 empregos.

A notícia do cancelamento das cinco unidades é mais um golpe no programa do Superjumbo da fabricante europeia, já duramente atingido pela crise provocada pela pandemia global do novo coronavírus.

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Comentários estão fechados.