Empresa aérea muda hotéis de tripulantes para evitar protestos da eleição dos EUA

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Avião Boeing 767-300 United Airlines

A United Airlines está promovendo mudanças de posicionamento de seus tripulantes em hotéis de diversas cidades como forma de se prevenir de possíveis protestos que venham a acontecer a partir desta terça-feira, 3 de novembro, em função das eleições presidenciais dos Estados Unidos.

Segundo reporta o USA Today, a companhia aérea emitiu um comunicado urgente a seus pilotos e comissários na sexta-feira (30/10), alertando-os de que deveriam trocar hotéis localizados nas regiões centrais das cidades por aqueles que ficam nas proximidades dos aeroportos.

As eleições presidenciais dos Estados Unidos, entre Donald Trump e Joe Biden, têm sido permeadas por tensões de que os resultados, caso mostrem pouca diferença entre o vencedor e o derrotado, possam levar a uma decisão na justiça, e não diretamente nos votos.

Algumas das principais bases citadas pela United para que tomem a medida de precaução são Seattle, Washington, Denver, Chicago, Philadelphia, Atlanta e Portland. A preocupação vem como consequência dos recentes protestos generalizados que eclodiram pelos EUA por questões raciais, após a morte de George Floyd, que afetaram os serviços das empresas aéreas.

A companhia informou aos tripulantes que espera manter a orientação até por volta do final da semana. A força de trabalho na central de operações de Chicago também poderia ser movida para fora da área central da cidade, segundo a mídia norte-americana.

Outras empresas aéreas consultadas pelo USA Today informaram que irão monitorar a situação e que estão preparadas para tomar medidas se acharem necessário.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias