KLM dá dica de como sobreviver a acidente aéreo. É sério isso?

Muitas companhia aéreas têm mídias sociais separadas para cada região geográfica na qual voam, e geralmente há um supervisor responsável por verificar o conteúdo que publicam.

KLM Tweet Assento Sobreviver Acidente Aéreo

Mas, quem quer que seja o responsável pela conta regional do Twitter da KLM para a Índia, está provavelmente escondido depois do seu bizarro tweet desta semana.

O que você acha de estar prestes a fazer um voo e receber uma dica da própria companhia aérea sobre qual o melhor lugar para sobreviver a um acidente aéreo? Tenho certeza que você sempre quis algo assim, não é mesmo? Certamente não!

É até difícil acreditar que uma companhia aérea tenha publicado algo neste sentido, mas veja abaixo a imagem que foi divulgada pelo Point Me, capturada antes que a própria KLM removesse o conteúdo.

A companhia descreve que “De acordo com estudos, a taxa de fatalidade para os assentos da parte central da aeronave é a maior. Entretanto, a taxa para os assentos da parte frontal é só um pouco menor, enquanto para a parte traseira é a menor”.

Tweet KLM Índia Sobreviver Acidente Aéreo

Após a remoção do engano, a companhia aérea publicou um pedido de desculpas, dizendo “Nós gostaríamos de sinceramente nos desculpar pela recente publicação. O post foi baseado em um fato da aviação disponível publicamente, e não expressa a opinião da KLM. Nunca foi nossa intenção machucar o sentimento de alguém. O post já foi excluído.”

Veja abaixo o pedido de desculpas.

Vale lembrar que a própria KLM está fazendo parte das ações para incentivar que as pessoas voem menos por motivos ambientais. Parece que eles estão levando a sério essa missão!

Outra companhia que também cometeu um engano parecido, mas com viés mais engraçado, foi a British, ao compartilhar um post da própria concorrente! Veja abaixo o caso!

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias