Está entregue o 100º Boeing 747-8F, e agora só restam cinco Jumbos a serem feitos

O Boeing 747-8F de matrícula N630UP – Imagem: UPS

À medida que a Boeing avança pelas últimas unidades a serem produzidas na história da família Boeing 747, o querido Jumbo Jet, a fabricante americana atingiu ontem, 26 de outubro, um marco importante para o caso específico da única variante ainda em produção.

A data marcou a entrega do 100º exemplar da versão de última geração cargueira 747-8F, mais uma vez para a gigante empresa aérea americana de logística UPS Airlines.

Com a entrega, a UPS, que é a maior operadora da variante 747-8F no mundo, chega agora a 25 unidades em sua frota, portanto, agora tem 25% de todos os jatos -8F em operação, além de ainda ter outros 13 Jumbos da geração anterior, 747-400F, perfazendo o total de 38 quadrijatos.

Além da própria Boeing ter publicado, como visto acima, este marco em suas redes sociais, a própria UPS também fez uma publicação especial para comemorar o recebimento de mais uma unidade do maior avião comercial de transporte de cargas ainda em produção no mundo:

Este exemplar é o penúltimo a ser produzido para a companhia aérea. Depois da entrega do último, que não deve demorar a acontecer, restarão apenas mais quatro Jumbos a serem concluídos e entregues, todos para a também americana Atlas Air.

Além do 747-8F, também ontem a Boeing entregou mais um 777F para a FedEx. O modelo, baseado na fuselagem do 777-200, é o maior bimotor cargueiro em fabricação no mundo e também detém o título de variante cargueira mais entregue da história, com 213 unidades até setembro de 2021.

Apesar do fim próximo da família 747, com os modelos 777F e 767-300F a plena produção a Boeing continua dominando o mercado global de aviões cargueiros de fuselagem larga, sem nenhuma concorrência até que a Airbus avance com seu projeto de lançar o Airbus A350 de transporte de cargas.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias