Início Empresas Aéreas Ethiopian Airlines faz operação de guerra para trazer equipamentos para o Brasil

Ethiopian Airlines faz operação de guerra para trazer equipamentos para o Brasil

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram.

EXCLUSIVO – A companhia aérea africana Ethiopian Airlines está montando uma operação de guerra para trazer o máximo de equipamentos médicos para o Brasil.

Boeing 777-200LR da Ethiopian

A empresa etíope tem sido uma das empresas estrangeiras que mais voa para o Brasil durante a pandemia do novo coronavírus, trazendo tanto passageiros em voos regulares como brasileiros repatriados e carga essencial para o esforço de “guerra”.

Além dos diversos voos que já chegaram ao Brasil trazendo equipamentos médicos como máscaras, luvas, aventais, óculos de proteção e testes rápidos do Covid-19, a empresa é a única a conectar o país com a África no momento. Isso por que a South African Airways praticamente fechou as portas e a Latam e Royal Air Maroc suspenderam voos entre o continente africano e o Brasil.

Até agora, já foram cerca de 136 toneladas de equipamentos médicos transportados, contratados pela Vale. Serão mais oito voos cargueiros exclusivamente para a mineradora, com distribuição interna e pelos governos federal e estaduais.

Carga sendo leva no Boeing 777-200LR de passageiros

Mais voos para trazer encomendas de outros estados estão sendo negociados, como para Salvador e Fortaleza. Para os próximos voos da Vale, que vão para o Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, estão escalados os Boeings 777F de matrícula ET-APU, APS, ARH, ARI, ARJ, AVT, AVN e AVQ.

Já nos dias 19, 20 e 22 deste mês os Boeings 777LR de passageiros farão voos extras levando equipamentos no porão de carga e na cabine de passageiros. Abaixo está a programação com os voos previstos para os próximos dias com o Boeing 777F cargueiro:

Receba as notícias em seu celular, acesse o canal AEROIN no Telegram.

Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A
Sair da versão mobile