Ethiopian anunciará no Farnborough Air Show decisão entre Embraer ou Bombardier

Boeing 787 da Ethiopian

Em busca de fortalecer seu plano de expansão regional, a Ethiopian está planejando fazer um pedido firme para a compra de 12 a 20 jatos regionais. A decisão será anunciada durante o Farnborough Air Show 2018, que ocorre entre 16 e 22 de julho, na Inglaterra.




O CEO de Ethiopian Airlines, Tewolde Gebremariam, disse que a companhia aérea está avaliando o Bombardier CS100 e o Embraer 190-E2, e que está em fase final de seleção dos jatos regionais. “A aeronave tem que estar apta para o nosso propósito. Vemos como a aeronave pode nos ajudar a atingir nosso objetivo comercial. O desempenho da aeronave, consumo de combustível e conforto dos passageiros são alguns dos parâmetros que consideramos durante o processo de seleção”, disse ele.

A transportadora de bandeira da Etiópia recebeu sua 100ª aeronave – um Boeing 787-9 – em 07 de junho de 2018. Atualmente, possui encomendas para 62 aeronaves dos modelos Boeing 787 e 737 MAX-8, Airbus A350 e Bombardier Q400, com planos de ampliar sua frota para 150 aviões em 2030. “Depois de alcançar com sucesso a maioria dos objetivos do nosso plano de crescimento Vision 2025, revisamos para cima nosso plano de desenvolvimento de frota”, comentou Tewolde.

A Ethiopian realiza voos regulares para o Brasil há 5 anos e, desde o último dia 15, ampliou suas operações de cinco para sete voos semanais de passageiros no Aeroporto Internacional de Guarulhos. A companhia ainda possui uma operação semanal de carga no GRU Airport com a Ethiopian Cargo.

 
Informações pelo The Reporter.
 

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.