Etihad deve cancelar encomendas do Airbus A350

A companhia de bandeira dos Emirados Árabes Unidos, a Etihad Airways, está no meio de uma crise financeira e agora deverá cancelar uma boa parte das encomendas do Airbus A350.




Avião Airbus A350 Etihad

No último ano a companhia teve uma perda de $1.52 bilhão de dólares, e a agência de avaliação de risco Fitch considera que a empresa deverá continuar com perdas até pelo menos 2022.

Toda essa crise é atribuída à má gestão da companhia, que colocou um plano de expansão fora da realidade e, principalmente, investiu em companhias estrangeiras em condições ruins com a ideia de levantar as mesmas (uma receita que já se provou ruim na aviação).

A própria Air Berlin que recebeu investimento massivo da Etihad já não existe mais, e a Alitalia e a indiana Jet Airways também passam por suas maiores crises sem muita pesperctiva a curto prazo. Ainda, a Air Serbia e a Air Seychelles, apesar de não passarem por maus bocados, não despontaram como a Etihad previa.

Por sua vez a Etihad repassou alguns pilotos para a concorrente Emirates e também vendeu seu luxuoso lounge no Aeroporto de Londres Heathrow tentando contornar a crise. Agora uma boa parte da encomenda de 62 aeronaves A350 deve ser cancelada.

O pedido atual já passou por diversas revisões, aumentando e diminuindo o número de aeronaves, além de trocar os modelos. Hoje a encomenda é de 40 unidades do modelo -900 e 22 do modelo -1000.

É esperado que a Etihad cancele novamente o modelo -1000, mais caro e da mesma categoria do Boeing 777X também encomendado pela companhia, mas que da mesma maneira está com rumores de ter sua encomenda reduzida, se não cancelada.

Outro ponto é que a Etihad deve mudar o seu conceito de hub conectando passageiros através de Abu Dhabi, passando para o conceito de ponto a ponto, focando mais nos mercados locais.

O primeiro A350 da Etihad será o de número de série 290, da variante -1000. A sua construção deve começar até meados de novembro se a possível alteração da encomenda não afetar o cronograma.

Com informações do AviationAnalyst.

Em meio à crise, Etihad permite que pilotos voem para a Emirates

Boeing e Airbus preparam-se para possíveis cancelamentos de encomendas da Etihad

Etihad revela pintura especial homenageando fundador dos Emirados

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos