ETOPS-120: Há 36 anos, um voo mudava para sempre as viagens transatlânticas

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Há 36 anos, em 1 de fevereiro de 1985, o voo 810 da TWA partiu de Boston para Paris, cumprindo a primeira operação comercial operando sob as regras Extended-range Twin-engine Operations Performance Standards (ETOPS) de 120 minutos (ETOPS-120). A empresa usou um Boeing 767-200 para realizar tal feito, que se tornou um marco que levou ao uso de jatos bimotores em quase todos os voos de longa distância que vemos nos dias atuais. 

Há de se destacar que, naquela época, já havia outras empresas aéreas fazendo voos transatlânticos e até ETOPS-90 com bimotores. É o caso de operadores do Airbus A300, que voavam através do Atlântico Norte e Oceano Índico sob as regras da ICAO para ETOPS de 90 minutos, desde 1976.

Outro exemplo era a israelense El Al, que fazia a rota de Tel Aviv a Montreal com seu 767-200. No entanto, esses voos não aconteciam sob as regras do ETOPS, o que exigia uma rota mais longa, pois o avião precisava voar dentro de uma margem de segurança, onde o aeroporto alternativo, em caso de perda de um motor, deveria estar num raio de 60 minutos.

O mapa em destaque acima, cortesia do GCMaps, mostra o trajeto de Boston a Paris do TWA-810 (curva vermelha), além das distâncias de segurança para 120 minutos de voo monomotor, considerando os aeroportos de desvio em Gander (Canadá) e Reykjavík (Islândia). Em verde, outras alternativas possíveis, em caso de necessidade, para Kangerlussuaq (Groenlândia) e na Terceira (Açores).

Desde então, muitos avanços foram obtidos no desenvolvimento dos motores dos jatos bimotores, aumentando significativamente sua confiabilidade e, por consequência, subindo a barra dos voos ETOPS. No futuro, abordaremos esse tema novamente com mais detalhes de outros tipos de operação com essas características.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias