EUA emite aviso de possibilidade de descompressão no Boeing 737 NG e MAX

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Os EUA, através da agência nacional de aviação civil, a FAA, emitiram uma diretriz sobre um possível erro que pode levar a uma descompressão nos Boeings 737 NG e MAX.

Divulgação – Boeing

A Diretriz de Aeronavegablidade de número 2021-01-04 instrui que todos os operadores dos Boeings 737-600, -700, -800, -900, que são os NGs, e dos MAX 7, 8 e 9, façam uma inspeção para evitar a descompressão da aeronave. Essa possível descompressão pode ocorrer após uma falha prematura numa parte da fechadura, que no Brasil é conhecida como “contra espelho”, e está localizada na parte superior da porta dianteira da aeronave.

A agência recebeu reportes de que essa peça estaria rachando e ficando danificada antes do previsto, e que ela pode comprometer a “vedação” da aeronave, permitindo escapar pressão enquanto em voo.

Os operadores americanos agora terão que inspecionar todos os seus 737 NG e MAX a fim de encontrar esta peça e tomar as ações baseadas no lote / número de série e, se for o caso, substituída.

A FAA estima que 1.075 aeronaves registradas nos EUA serão afetadas pela diretriz, o que considerando o custo de reparo de até $4.980 dólares, irá gerar uma despesa de $5.35 milhões para as empresas americanas.

Apesar de ter validade somente nos EUA, os países que operam os jatos costumam a adotar a diretriz em seguida, mas até agora nenhum o fez.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Governo Dória publica edital de concessão para 22 aeroportos regionais paulistas

0
O Governo de SP lança o edital de concorrência internacional para leilão da concessão dos 22 aeroportos regionais, atualmente administrados