Ex-comissária revela bizarrices e segredos da aviação em bate-papo com Maurício Meirelles

Um vídeo do humorista Maurício Meirelles está fazendo sucesso na internet ao revelar curiosidades da aviação de maneira simples e descontraída. Em uma entrevista com a ex-comissária Andressa Caggiano, o comediante faz perguntas que todo mundo já se fez ao viajar de avião.

O vídeo faz parte do programa Achismos, do Canal de Maurício Meirelles no YouTube. Andressa Caggiano trabalhou nove anos como comissária de bordo, dos quais três em voos nacionais pela Azul e seis pela Emirates, em longas rotas internacionais. Em mais de uma hora de conversa, Andressa conta experiências inusitadas como, por exemplo, o que foi feito quando teve que lidar com um óbito a bordo.

Com seu jeito descontraído, Meirelles conseguiu informações pouco divulgadas publicamente por profissionais da aviação. Entre outros segredos, Andressa revelou quanto ganham os funcionários, deu dicas sobre como conseguir um upgrade da classe econômica para executiva e falou até das vezes em que flagrou casais tendo relações sexuais durante o voo.

A ex-comissária também detalhou como os comissários podem controlar passageiros em pânico, alcoolizados ou agressivos, de forma a impedir transtornos ao voo. “O comandante possui um lacre para prender as mãos de passageiros, que depois são entregues à polícia assim que o avião pousa”, conta ela, ao revelar que os comissários de bordo estão autorizados a conter fisicamente qualquer pessoa que desobedeça as instruções da tripulação.

Ela falou das cobranças das companhias aéreas sobre o padrão de beleza das comissárias, que são proibidas de engordar. Andressa também compartilhou curiosidades sobre alguns destinos, como aeroportos com maior incidência de roubos de bagagem e até de locais em que as tripulantes são abertamente assediadas com ofertas de prostituição e que, inclusive, comissárias se prostituem.

Confira a íntegra do episódio “Todos os Segredos e Bastidores da Aviação” do Programa Achismos, do humorista Maurício Meirelles:

Fabio Farias
Jornalista e curioso por natureza. Passou um terço da vida entre aeroportos e aviões. Segue a aviação e é seguido por ela.

Veja outras histórias

Passageira ganha processo após comprar bilhete aéreo, mas Azul a colocar...

0
A Terceira Câmara Cível do Tribunal de Justiça da Paraíba deu provimento à Apelação Cível nº 0807769-34.2020.8.15.0001 para fixar em R$ 3 mil