Início Empresas Aéreas Ex-comissário da Varig, Paulo Barros reclama por não ter ganhado cafezinho na...

Ex-comissário da Varig, Paulo Barros reclama por não ter ganhado cafezinho na Azul

O carnavalesco Paulo Barros, que já foi comissário da Varig, reclamou por não ter ganhado sequer um cafezinho na Azul e acabou sendo alvo de críticas.

Café Varig

O fato foi exposto por Paulo no seu Instagram que, segundo ele, pediu a uma comissária um cafezinho, mas que foi respondido com um “quando der, eu trago!”.

Na Azul, o cafezinho é uma bebida servida apenas em voos mais longos (Paulo não relatou qual voo ocorreu o fato). Além disso, é servido após o serviço de bordo normal com snacks e bebidas.

Parece estranho, porque as empresas aéreas brasileiras não costumam agir dessa maneira, muito pelo contrário, quem viaja bastante no exterior sabe que os comissários brasileiros estão acima da linha média de simpatia a bordo. Mas gerou ruído a reclamação do carnavaleso.

Quem é Paulo Barros

Paulo Barros hoje é um dos carnavelescos mais conhecidos do país, tendo conseguido vários prêmios para a escola de samba Unidos da Tijuca, sempre com temas irreverentes. Mas, antes de cair no samba das escolas, ele foi comissário da finada Varig por 14 anos. Apesar de não falar muito sobre seu passado variguiano, muitas pessoas comentaram sobre esse fato, apoiando e estando contra o carnavalesco.

A história inicial foi compartilhada pela página Tripulante da Depressão, que ouviu o outro lado da história (dos tripulantes) e afirma que Paulo teria solicitado o café ainda durante o recolhimento do lixo do serviço de bordo tradicional.

A página postou uma parte da reportagem da revista Veja, onde afirma que Paulo, quando comissário, pediu a uma passageira que estava com medo de voar, que mordesse o seu passaporte. O pedido teria feito a passageira rir mas, ao ser questionado do motivo do conselho, Paulo disse que seria para facilitar a identificação do corpo dela caso o avião caísse.

Diversas pessoas comentaram na página criticando ambas atitudes de Paulo, de expor o comissário hoje e de fazer uma brincadeira sem graça no seu passado na Varig.

Sair da versão mobile