Diretor da Azul diz que o A321neo será bem melhor que o da Latam

Em descontraída entrevista à nossa equipe durante o evento do voo de apresentação do primeiro E195-E2 da Azul, um executivo da aérea revelou detalhes da próxima nova aeronave da companhia: o Airbus A321neo.

Azul Airbus A321neo
Concepção artística do A321neo da Azul

Durante o almoço com a imprensa no restaurante Madero, em Brasília, o Vice-Presidente de Receitas da Azul, Abhi Shah, afirmou que o novo Airbus da companhia “é um produto bem melhor que o A321 da Latam”.

Para sustentar sua afirmação, o VP nos informou que a aeronave da Azul terá apenas 214 assentos sendo que sua capacidade máxima do modelo é de 244. Esta limitação é um pouco maior que os 220 passageiros do A321ceo, a geração anterior da aeronave.

Ambas as gerações têm o mesmo comprimento (44,51 metros), porém no A321neo, com a cabine Airbus Cabin Flex (ACF), a reconfiguração interna dos banheiros, galleys (cozinha de comissários) e principalmente a exclusão da porta de emergência do meio, permitiram aumentar esse número de assentos.

Configuração externa do A321ACF

E o A321neo da Azul é justamente um modelo ACF, ao contrário do da Latam, que segue o design tradicional. A diferença externa, além dos motores, são as duas janelas de emergência ao invés da segunda porta dianteira, como mostra o infográfico acima. A exclusão de uma porta cria mais espaço na aeronave, uma vez que as portas exigem mais espaço do que o habitual para evacuação, além de ter dois assentos a menos nas duas fileiras próximas (4 passageiros a menos).

Na Latam, o A321ceo leva 220 passageiros em assentos padrão, o máximo permitido. Já na Azul serão 214 assentos mesmo que a capacidade da aeronave seja maior. Isso por que a empresa vai colocar 36 assentos (cinco primeiras fileiras e fileira da janela de emergência) no chamado Espaço Azul, que conta com maior espaço para as pernas e mais declinação do encosto.

Configuração padrão do A321 que é prsente na LATAM, e abaixo a do A321neo ACF

Com estes seis assentos a menos (uma fileira a menos), além da reconfiguração das galleys, banheiros e saídas de emergência, o A321 da Azul será mais espaçoso, mantendo o pitch (distância entre assentos) de 76 cm (igual do A320neo) em comparação aos de 71 cm da LATAM.

Problemas by Airbus

A321neo Azul

Porém, nem tudo são flores na Azul, como adiantamos aqui com exclusividade, a Airbus tem atrasado a entrega do novo jato.

O motivo que revelamos procede, segundo a Azul, a fabricante tem tido problemas na instalação e certificação do novo interior. E não é apenas com a brasileira que isso tem acontecido: a Air China, Air Arabia e China Southern também foram afetadas.

Na brasileira, o atraso irá fazer com que a aeronave só voe comercialmente no próximo ano. Apesar da entrega ainda estar programada para novembro, o avião não virá de fábrica equipado com Wi-Fi e TV Ao Vivo. Ao invés disso, esta instalação será feita nos EUA, e pode durar até 45 dias. Sendo assim, apenas após o Réveillon mas bem antes do Carnaval, o Airbus estará voando pelas rotas de alta densidade da Azul.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos