Exército Americano irá explodir um Boeing 777

O Exército Americano (US Army) contratou uma empresa privada para levar um Boeing 777-200ER da Árabia Saudita para os Estados Unidos apenas para explodir a aeronave. Pode parecer loucura ou apenas diversão dos militares americanos, mas é um estudo do Departamento de Segurança Interna, o Department of Homeland Security – DHS.




O DHS quer estudar e entender como o avião se comportaria caso uma bomba plantada por terroristas explodisse em pleno voo. O contrato será feito pela Clear Sky Aviation LLC, e inclui o frete da aeronave da capital saudita de Riade para a área de testes de Aberdeen no estado de Maryland. Esta área é o centro de testes mais antigo dos EUA e está sob responsabilidade do US Army.

O contrato fala que “o centro de testes de Aberdeen será responsável por testes de vunerabilidade em aeronaves comerciais em acordo com outras agências sob o comando do DHS. O centro deverá utilizar a aeronave apenas para testes destrutivos e não irá permitir que a aeronave ou algum de seus componentes sejam usados em qualquer outra aeronave.”

Fotos recentes do interior do HZ-AKF. © The Drive / Sky Clear Aviation / US Army

Também será incluso no contrato a aquisição de quatro porões de carga de aviões Boeing 747 para testes adicionais com explosivos. A Clear Sky Aviation selecionou o Boeing 777 de matrícula HZ-AKF, que tem 20 anos de idade, conta com pouco mais de 34.800 horas de voo e teve como seu único dono a Saudi Arabian Airlines. Este avião em específico já esteve no Brasil em 2014 trazendo uma comitiva com o príncipe saudita e alguns convidados para a Copa do Mundo (vide foto que ilustra essa matéria).

Será a primeira vez na história que uma aeronave será explodida em voo de maneira não-criminosa. Ao longo dos anos os EUA e outros países já fizeram testes destrutivos como jogar um avião no chão (como no vídeo abaixo) ou colocar explosivos num avião parado em solo, mas este teste de agora é de outro nível.

Com informações e fotos do portal The Drive | The War Zone

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias