FAA alerta sobre dificuldade do Boeing 787 em aproximações ILS

A Administração Federal de Aviação dos EUA (FAA) emitiu um boletim especial na quinta-feira (24) recomendando que as empresas aéreas alertem às tripulações dos Boeing 787-8, -9 e -10 sobre um problema no sistema diretor de voo (AFDS) que o leva a interpretar e seguir incorretamente o curso do localizador em alguns procedimentos de aproximação por instrumentos (ILS).

Tal incidente pode ser perigoso especialmente em situações de baixa visibilidade e no caso de os pilotos não estarem totalmente atentos, pois a aeronave seguirá numa rota incorreta e abaixo da altitude esperada. Incidentes como esse têm sido registrados em todas as partes do mundo, embora sem nenhum desfecho fatal.

O que diz a FAA

A FAA informa ter recebido vários relatórios de incidentes em que o AFDS não demonstrou orientação adequada para capturar o localizador quando a interceptação acontece a ângulos grandes (40 graus ou mais) do eixo da pista. Os dados de voo confirmaram que, durante esses eventos os aviões seguiram num curso de aproximação não alinhado com a pista, embora o computador de bordo estivesse indicando que tudo estivesse OK e sem qualquer indicação de falha na captura.

Os pilotos conseguiram detectar as falhas pois, em todos os eventos, o desvio foi mostrado com precisão tanto pelo ponteiro do localizador quanto pela escala no Primary Flight Display (PFD) e pelo visor de navegação. Relatórios indicaram que o aviões inicialmente viraram na direção do localizador, mas depois pararam e voaram em um ângulo de 20 a 30 graus do eixo da pista, além de descer abaixo da rampa de pouso.

Recomendações

A Boeing emitiu o Boletim do Manual de Operações da Tripulação de Voo TBC-106 datado de 18 de dezembro de 2019, que fornece informações sobre este problema e instruções de operação. Em paralelo, a Boeing e seu fornecedor estão desenvolvendo um software atualizado para corrigir este problema nas aproximações ILS.

Enquanto isso, a FAA recomenda que todos os proprietários e operadores de aviões afetados notifiquem as tripulações de voo sobre este problema e incorporem as ações descritas no boletim do manual de operações da Boeing o mais rápido possível.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias