Fãs de aviação se unem para resgatar Boeing 707 que pode ir para o ferro-velho

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Após correr a notícia de que um raro Boeing 707, que foi da Lufthansa, iria para um ferro-velho, uma associação foi criada por fanáticos em aviação para tentar salvá-lo.

Foto de Huhu Uet, via Wikimedia

A Verein zur Rettung der Boeing 707 D-ABOD, ou Associação Para o Resgate do Boeing 707 D-ABOD, foi criada dias atrás, logo após o Aeroporto de Hamburgo informar que o velho jato não tinha mais lugar ali, numa área remota do aeroporto.

A associação, formada por fãs de aviação, diz que o aeroporto não está sendo justo e simplesmente não contatou nenhum museu próximo para ver se poderiam receber o jato, principalmente o Museu do Automóvel e da Tecnologia de Sinsheim, que conta com grande estrutura e é o único local no mundo onde se pode conhecer o Concorde e o seu concorrente Tupolev Tu-144 numa mesma visita.

A associação foi até o aeroporto questionar a falta de vontade para achar um novo lugar, mas não obteve resposta. Eles também estão buscando uma forma de financiar a aquisição da aeronave.

Por agora, o objetivo dos entusiastas é que a ideia de salvação do jato seja espalhada, para que possam pressionar o aeroporto para achar uma solução. O próprio grupo se colocou à disposição para adotar e restaurar o 707 até achar um novo local para ele – e, para isso, no futuro doações serão necessárias.

É possível acompanhar o trabalho da Associação no Facebook ou no site oficial. No Brasil uma ação similar conseguiu salvar um Boeing 727 da Varig, que será reformado e exposto:

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias