Filme com Jumbo que foi da VARIG tem estreia no Brasil definida

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Avião Boeing 747 VARIG PP-VNA
PP-VNA em Guarulhos – Foto de Benito Latorre

Conforme divulgado no final de julho, o filme “Tenet”, que conta com a “participação” de um Boeing 747 que voou na brasileira VARIG, havia perdido sua previsão de estreia no Brasil em função da pandemia de Covid-19.

Inicialmente programado para estrear em 17 de julho, foi adiado para 31 de julho, depois para 12 de agosto, e então passou para setembro sem data específica definida. Agora, uma nova data está oficialmente marcada.

“Tenet” é o mais novo longa de Nolan, diretor responsável por grandes sucessos recentes como “Interestelar” e “Dunkirk”, este último com cenas incríveis de combate aéreo entre o caça britânico Spitfire e o alemão BF-109. Agora, mais uma vez uma aeronave está presente em um filme, que irá explorar novamente a temática da ficção cientifica.

A personagem protagonista é interpretada por John David Washington (filho de Denzel Washington, o mesmo ator de “O Voo”), que é recrutado para ser um agente especial e, obviamente, salvar o mundo.

O Jumbo que aparece no filme é o 747-200 que na Varig tinha a matrícula PP-VNA, como adiantamos com exclusividade há alguns meses.

Depois da empresa aérea brasileira, o 747 foi convertido para cargueiro e operou para a Air Hong Kong, depois para a Cathay Pacific, antes de ser mandado para o deserto, onde permaneceu por alguns anos. No filme, ele está com as inscrições da companhia fictícia Norskfreight.

E quem quiser vê-lo nas telonas poderá fazê-lo, ao menos por enquanto se a pandemia permitir, a partir de 10 de setembro, segundo programação da Warner Bros.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias