Fim de uma era: Delta Air Lines aposenta amanhã os MD-88/90, ícones de sua frota

Neste dia 2 de junho, é uma data especial para a Delta Air Lines e para dois dos mais icônicos modelos de aeronaves da história. Oficialmente, os modelos MD-88 e MD-90 farão os últimos voos comerciais pela aérea americana após três décadas

Avião MD-90 da Delta Air Lines
Foto: Delta Airlines

O MD-88, com capacidade para 149 passageiros, entrou em serviço na Delta em janeiro de 1988, enquanto que o MD-90, com capacidade para 158, estreou na aérea em abril de 1995. Ou seja, lá se vão 32 anos desde que os “mad dogs” foram incorporados na frota da empresa americana.

Durante esse largo período, a Delta chegou a operar um total de 120 exemplares do modelo MD-88 e 65 exemplares do modelo MD-90. No pico da operação com ambos os modelos, o número de aeronaves chegou a 185 unidades. Na mensagem pré-despedida, a empresa estadunidense destaca que, em 2014, dos 3.000 voos diários, 900 eram realizados por aeronaves MD-88 ou MD-90.

A frota combinada do MD-88 e MD-90 transportou mais de 750 milhões de passageiros e teve qualificados para voá-los, 9.032 pilotos durante todo o período de operação.

Quando são os últimos voos

A empresa informou que antes da pandemia do novo coronavírus, e das medidas tomadas pela Delta para reduzir sua frota, estavam em operação na aérea 47 MD-88 e 29 MD-90. E a ideia original era que eles permanecessem por mais um tempo, na medida em que novas aeronaves chegassem.

No entanto, a força com que a Covid-19 atingiu a Delta fez com que muitos planos fossem antecipados, inclusive a retirada prematura dos clássicos jatos.

Os últimos voos, que farão a reverência ao modelo dos jatos acontecerão amanhã, dia 2 de junho e serão recebidos com festa, são:

  • MD-90 – Voo 90 da Delta, de Houston para Atlanta, com chegada prevista para as 9:00 local; e
  • MD-88 – Voo 88 da Delta, de Washington para Atlanta, com chegada prevista para as 10:00 local.

Confira mais dado das aeronaves no gráfico abaixo.

Uma vez em solo em Atlanta, as aeronaves se juntarão a vários outros MD-88 e MD-90, de onde partirão em traslado para Blytheville, Arkansas, onde serão oficialmente retirados da frota.

Um MD-88 permanecerá em Atlanta e está programado para partir para Blytheville no dia 3 de junho, marcando o voo derradeiro de um MD com a pintura da Delta.

Rodnei Diniz
Engenheiro aeronáutico e mecânico, atuante em gestão de manutenção aeronáutica, aviação geral, executiva e comercial. Atento aos detalhes, gosta de ler e escrever sobre a história da aviação.

Veja outras histórias

ANAC divulga orientações para aluguel, empréstimo e calibração de ferramentas

0
Durante as discussões do Programa Voo Simples, lançado em outubro deste ano pela ANAC e pelo Governo Federal, foram identificadas dúvidas