Finnair vai afastar centenas de pilotos devido voos cancelados pelo coronavírus

A companhia aérea Finnair está conversando com 700 de seus pilotos de voos de longo curso sobre a imposição de licenças devido à redução de operações pelo surto de coronavírus.

Avião Airbus A350-900 Finnair
Airbus A50-900 da Finnair – Imagem: Alan Wilson [CC]

A empresa aérea finlandesa cancelou todos os voos para a China continental até o final de março e também reduziu em 50% os de Hong Kong. Assim, cerca de 200 voos não estarão em operação nas próximas seis semanas.

Conversações com 700 pilotos

A Finnair está planejando licenças de pilotos em meio ao atual surto de coronavírus. Cerca de 700 pilotos de longo curso estão sendo consultados, com negociações completas programadas para começar na próxima semana. O diretor de relações com a mídia da Finnair, Päivyt Tallqvist, disse ao YLE:

“Estamos nos preparando para prolongar essa situação. As negociações começam na próxima semana e incluirão discussões sobre possíveis licenças temporárias.”

Mudança de planos

A consideração da Finnair sobre as licenças temporárias ocorre apenas alguns dias depois que o CEO da companhia aérea, Topi Manner, disse acreditar que o coronavírus seria uma fase passageira, com pouco impacto na empresa em geral.

Em seu relatório completo de 2019, a companhia aérea havia dito:

“Como afirmado anteriormente, o impacto financeiro direto do coronavírus durante o primeiro trimestre de 2020 é relativamente limitado, mesmo se os cancelamentos da China continental continuarem até o final do primeiro trimestre de 2020. Atualmente, prevemos que nossa capacidade aumentará aproximadamente 4% em 2020. Devido à situação com o coronavírus, não fornecemos uma estimativa de receita para o ano inteiro no momento. As orientações serão atualizadas em conexão com o relatório provisório do primeiro trimestre de 2020.”

Na época, a companhia aérea informou que lidaria com o excesso de funcionários devido a cancelamentos de voos através de ofertas de licença voluntária ou executando sessões de treinamento nesse meio tempo.

No entanto, agora parece que a companhia aérea reavaliou a situação e está considerando impôr licenças temporárias como resultado. Tallqvist disse ainda ao YLE:

“Isso faz parte de nossa preparação geral para uma possível continuação da situação. Quando falamos sobre esse número de cancelamentos, temos que avaliar o efeito sobre nossas necessidades de recursos humanos.”

Impacto do coronavírus na Finnair

Avião Airbus A320 Finnair
Airbus A320 da Finnair – Imagem: Alf van Beem [CC]

Embora tenha havido apenas um caso confirmado de coronavírus na Finlândia, o News Now Finland relata que cerca de 20% dos viajantes finlandeses planejam reduzir passeios ao exterior devido a temores em relação ao vírus.

Um estudo recente destacou as preocupações entre os viajantes, que parecem ser mais agudas nas gerações mais velhas.

O estudo da Rural Future sugere que 25% das pessoas com mais de 64 anos reduzirão os planos de viagem por causa do coronavírus. Apenas 9% dos jovens também disseram que iriam restringir viagens internacionais. No entanto, não é apenas a desaceleração daqueles que viajam de oeste para leste que está causando preocupação.

A Finnair possui um sólido fã-clube de viajantes chineses que procuram voar com a companhia aérea para destinos na Europa e também para os Estados Unidos e Canadá. De fato, estima-se que quase metade da receita da companhia aérea venha de passageiros chineses.

O medo de espalhar o vírus e as restrições de diversos países impediram que milhões de chineses fizessem viagens planejadas, e é provável que isso esteja prejudicando a companhia finlandesa.

Dar a opção de escolher licenças não remuneradas a funcionários desnecessários estaria alinhado com o que têm feito outras companhias aéreas, como Cathay e Asiana. No entanto, se a Finnair impuser aos pilotos o afastamento, será a primeira companhia aérea a fazer isso.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Nessa semana, brasileiros terão a chance de ver raro Hércules civil...

0
Nessa semana, dois aeroportos brasileiros receberão a rara visita de um avião do modelo Lockheed L-100-30/L-382 em sua versão civil.