Flybondi informa que operou normalmente hoje apesar da greve no país

A Argentina passou por um dia de paralisação quase total devido a protestos contra o presidente Macri. Mas a Flybondi, a primeira companhia aérea de baixo custo na Argentina, informa que seus voos programados de hoje (25) estão operando normalmente desde o início do dia. Até o final da tarde, 18 voos já haviam sido feitos e 2.231 pessoas puderam viajar.

Avião Boeing 737-800 Flybondi

Imagem: Flybondi




As cidades que tiveram operações da Flybondi nesta terça-feira foram: Buenos Aires (El Palomar), Posadas, Bariloche, Córdoba, Mendoza, Jujuy, Santiago del Estero e Corrientes.

“Na Flybondi acreditamos que do nosso lugar podemos colaborar com a transformação social e econômica do país, independente dos governos. Acreditamos que, se as 488 pessoas que trabalham diariamente puderem contribuir com milhares de outras que podem voar, estamos ajudando o país a avançar”, disse Julian Cook, CEO da empresa. “Geramos empregos e ajudamos os outros a ter empregos, conectamos lugares, pessoas e oportunidades. E também a partir deste local, damos impulso a outras empresas, economias regionais e empreendedores do país”, concluiu.

A Flybondi é duramente criticada na Argentina sob acusações de ter recebido benefícios do presidente Macri para se estabelecer e iniciar operações no aeroporto El Palomar, na periferia de Buenos Aires. Portanto, apesar das justificativas da companhia, torna-se bastante curiosos o fato de ter mantido suas operações enquanto grande parte do país estava parado.

 
Com informações da Assessoria de Imprensa da Flybondi.
 

Flybondi atinge 500 mil passageiros transportados em menos de 8 meses

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.