Força dos jatos Embraer é destacada por empresa inglesa de leasing de aviões

Embraer E175 – Imagem: Divulgação / Embraer

A Falko Regional Aircraft Limited, empresa sediada em Hatfield, na Inglaterra, especializada em operações de leasing (arrendamento) de aeronaves e gerenciamento de ativos com foco no setor regional, fez elogios à força dos aviões brasileiros da Embraer no mercado.

O comentário foi feito hoje, 19 de julho, em meio ao comunicado de empresa sobre seus resultados operacionais do primeiro semestre de 2021. No período, a Falko adquiriu quatro aviões regionais, vendeu outros três e assinou acordos de leasing ou de extensão para 26 futuros aviões.

No encerramento do semestre, em 30 de junho, o portfólio da empresa era composto por 121 aeronaves arrendadas para 19 clientes espalhados por todo o mundo.

A aquisição de exemplares adicionais para a frota foi focada nos jatos regionais da fabricante brasileira, com três Embraer 175 que foram arrendados à companhia americana Republic Airways, que faz voos para a American Airlines. O quarto avião foi um ATR 72-600 adquirido para ser disponibilizado para a US Bangla, de Bangladesh.

Mark Hughes, gerente comercial (CCO) da Falko, comentou: “Dados os desafios enfrentados globalmente pelas companhias aéreas, estamos felizes por termos conseguido assinar novos arrendamentos e extensões para 26 jatos regionais e aviões turboélices.”

E foi Mark quem também destacou sobre a importância dos produtos da Embraer: “Estamos particularmente satisfeitos em ver a resiliência do mercado de E-Jets, em que assinamos novos arrendamentos de seis Embraer 190 e vimos forte demanda por parte de toda a família E-Jet, do E170 ao E195.”

Segundo o executivo, isso demonstra uma intensa recuperação nas viagens domésticas no mundo todo, que claramente está fluindo através da demanda de aviões regionais.

Informações da Falko

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Estacionamento da Disney World esconde a pista de um aeroporto desativado

0
Aos 50 anos, o Walt Disney World Resort, na Flórida, EUA, guarda muitas histórias. Uma delas, é do aeroporto que operou apenas por nove anos.