GOL nega que estaria adiando o pagamento de dívida com a Delta

Após a mídia global publicar que a GOL estaria renegociando o pagamento de uma dívida bilionária com a Delta, a aérea brasileira emitiu uma nota negando tal fato.

Aviões Boeing 737 GOL

Anteontem, mencionamos um reporte da Bloomberg que falava sobre uma dívida de US$300 milhões de dólares, algo equivalente a R$1.49 bilhões em valores atuais, que a GOL possuía com a Delta desde 2015 e que venceria nos próximos meses. Naquela época, as duas empresas ainda eram parceiras – o acordo terminou no final do ano passado com o rompimento pela Delta, quando essa comprou parte da LATAM.

O financiamento foi feito a uma taxa de juros de 6,5% ao ano, tendo como agente financeiro o Morgan Stanley, terceiro maior banco de investimentos do mundo.

Como garantia da operação, a aérea brasileira deu ações ordinárias (com direito a voto) da Smiles, seu programa de fidelidade, que está sendo incorporado à estrutura da empresa aérea, após vários anos atuando como empresa independente. O programa de milhagem, por anos, foi uma das “galinha dos ovos de ouro” da GOL.

No último relatório para investidores da companhia aérea brasileira, referente ao mês de maio, a empresa afirmou que estava planejando pagar em dia este empréstimo de $300 milhões, assim como os juros de $25 milhões (R$134 milhões).

No entanto, nesse ínterim, a Delta afirmou em seu relatório do primeiro trimestre que a GOL não tinha acionado a empresa ainda, mas que existia um risco elevado da brasileira não conseguir honrar seus compromissos. Tal notícia foi complementada pela Bloomberg, que disse existir uma conversa de renegociação entre as empresas.

Agora, a GOL, em nota à Reuters, desmentiu e afirmou que “atualmente não existem negociações para postegar o pagamento de $300 milhões que vence em agosto”.

Vai saber. Melhor esperar as cenas do próximo capítulo.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias