GOL realiza o 1º voo do Boeing 737 MAX modificado com passageiros no Brasil

A GOL realizou hoje mais uma etapa importante para o retorno do Boeing 737 MAX à operação: um voo institucional para executivos e Colaboradores.

Com a aplicação de todas as medidas de Segurança, o grupo decolou do aeroporto de Congonhas com destino a Confins, especialmente em agradecimento ao trabalho incansável da sua equipe operacional da GOL Aerotech, a unidade de negócios especializada em manutenção, reparos, revisões de aeronaves e componentes e de onde estão sendo realizados os voos técnicos e despreservações dos Boeing 737 MAX.

Paulo Kakinoff, diretor presidente da Companhia, e Celso Ferrer, vice-presidente de Operações, assim como o membro do Conselho de Administração, Joaquim Constantino, estiveram no voo acompanhados de suas famílias.

A empresa reforça que por deliberação própria e em linha com sua cultura de excelência em Segurança, a GOL optou por exceder aos requisitos regulatórios e tem realizado múltiplos voos técnicos adicionais aos recomendados pelas autoridades aeroportuárias. Na semana que vem será realizado um voo com convidados e, posteriormente, terão início os voos comerciais.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Avião Boeing 737-800 United Airlines

Médico pega Covid ao tentar salvar homem em voo e ganha...

0
O passageiro não resistiu e faleceu de Covid-19 após o pouso da aeronave, e o médico adoeceu nos dias subsequentes.