Gol recebe o décimo-quarto Boeing 737 MAX 8

No dia 21 de setembro, informamos sobre o início dos trâmites da Gol Linhas Aéreas para trazer ao Brasil mais um Boeing 737 MAX 8. Tal informação se concretiza nesse final de semana com a chegada do jato de matrícula PR-XMT (msn 60235), como mostram dados da plataforma de rastreamento de voos RadarBox.

O voo de traslado começou em Seattle, contou com uma parada intermediária em Cancún e, depois, seguiu para Belo Horizonte, onde o jato passará por trâmites de importação antes de ser colocado na malha aérea.

Ao todo, a GOL tem 129 MAX encomendados, dos quais catorze já estão no Brasil. A empresa espera encerrar 2021 com 28 aeronaves 737 MAX 8, e até o final de 2022 deverá contar com 44 aeronaves do modelo (32% da frota total). Até 2030, a aérea quer ter uma frota 75% composta por modelos MAX.

Na estratégia da GOL, o 737 MAX é um componente-chave para a meta da Companhia de atingir a neutralidade de carbono até 2050, dado que esse modelo é 15% mais econômico no consumo de combustível, gera 16% menos emissões de carbono e é 40% mais silencioso em relação ao 737-800 NG

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

George Clooney rejeitou US$35 milhões e não quis fazer um comercial...

0
O ator George Clooney disse em entrevista que recusou uma proposta para ser protagonista de um comercial de companhia aérea