GOL replaneja retorno aos voos internacionais para 19 de outubro

Com a postergação dos voos à Argentina, a Gol Linhas Aéreas adiou um pouco mais o retorno de sua malha regular de voos internacionais, agora programada para ser reiniciada em 19 de outubro com voos a Montevideo.

Segundo informações do Routes Online, confirmadas por uma consulta no sistema de reservas da empresa aérea, os voos para Montevideo estão programados para acontecerem às segundas, quartas e sextas, com Boeing 737-800 partindo de São Paulo – Guarulhos.

Voos à Argentina adiados

A GOL Linhas Aéreas resolveu adiar a retomada de seus voos internacionais entre Brasil e Argentina até o início de dezembro. É o que informa a mídia local nesta semana, após comunicado da companhia aérea.

Segundo programação que havia sido cadastrada pela GOL e aprovada pela Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) do Brasil, dois voos diários seriam feitos entre São Paulo/Guarulhos e Buenos Aires – Ezeiza a partir de 1º de outubro. Mas a empresa teria informado às agências de turismo da Argentina que os planos de reiniciar as ligações aéreas em outubro e novembro foram suspensos até dezembro, por consequência das incertezas sobre a retomada da aviação no país.

Segundo o El Cronista, a companhia teria comunicado que “devido às incertezas da abertura das fronteiras e à baixa demanda, foi atrasada a reabertura das operações para dezembro em todas as bases”.

Um ponto interessante é que ainda é possível reservar voos para a Argentina em outubro via site da GOL, mas essas opções não aparecem mais nos sites das empresas consolidadoras.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Avião Airbus A330-300 Delta Air Lines

Delta testará viagem aérea ‘livre de Covid e de quarentena’, será...

0
A empresa aérea e os aeroportos de Atlanta e de Roma se juntaram em um inédito programa transatlântico de teste de COVID-19.